Os andarilhos prudentinos

Persio Isaac

CRÔNICA - Persio Isaac

Data 31/01/2021
Horário 06:08

Como adoro cinema, me lembrei que tempos atrás, fui devolver um filme na 100% vídeo do meu amigo Ramiro. Pena que as lojas de vídeo perderam espaço nas rápidas mudanças de consumo. Me lembro que saí de  lá brigando com a preguiça que, pra variar, não queria que eu fizesse uma caminhada no Parque do Povo. 
Com muito custo, não dei ouvido a essa patroa do sedentarismo e fui caminhar. Para minha surpresa e alegria, encontrei o meu amigo, Paulo Reis Jardim, o qual eu o chamo carinhosamente de: "Alegria do Face" pelas graciosas piadas que posta no Face. Aí a preguiça dançou de vez. Paulo começou a me falar que estava se preparando para fazer o Caminho do Sol. Caminho do Sol? São os 240 km que compõem o Caminho do Sol. Começam a ser percorridos na histórica Santana do Parnaíba e vão até Águas de São Pedro. 
Trilhado a pé ou de bicicleta, o passeio atravessa centros urbanos, fazendas históricas e plantações a perder de vista. Paulo tem até um aplicativo no celular que vai dando a velocidade que caminha, quantos quilômetros percorridos e quantos faltam, coisas da tecnologia. Estávamos andando exatamente a 4,4 km por hora. Me senti um Usain Bolt. 
Comecei a me interessar e fui perguntando: Qual o tipo de calçado? E o tipo de meias? O que leva de comida? Quantos quilômetros tem que andar por dia? Enfim, tudo o que é necessário para uma caminhada deste perfil. Fiquei interessado e me imaginei um peregrino buscando nestas caminhadas da vida que "ser" é mais valioso do que "ter", como o jovem Tiago, um pescador nascido na Galiléia, que largou tudo para seguir os passos de Jesus. Tiago deu início a uma rota que atrai milhares de pessoas desde a Idade Média: o Caminho de Santiago de Compostela. 
Paulão tem em seus planos de vida percorrer a rota religiosa, de 800 km, cruzando o norte da Espanha, até a cidade de Santiago de Compostela. Paramos num destes quiosques do Parque do Povo e tomamos uma deliciosa água de coco e fui embora pensando: Paulão é o cara, me tirou da preguiça e estou virando um peregrino com o espírito aberto para experimentar as alegrias e as durezas do trajeto, tal como é a vida. Vamos nessa Paulão. Vejam vocês.

Veja também