Polícia Ambiental liberta 13 aves silvestres que estavam em cativeiro

Idoso de 72 anos, que assumiu ser proprietário dos pássaros, foi autuado em R$ 6,5 mil por infração ambiental

REGIÃO - ROBERTO KAWASAKI

Data 17/04/2020
Horário 10:57
Polícia Militar Ambiental - Proprietário não apresentou documentação necessária Foto: Polícia Militar Ambiental - Proprietário não apresentou documentação necessária

A Polícia Militar Ambiental libertou 13 aves silvestres que eram mantidas em cativeiro numa residência da zona rural de Pacaembu. Depois do flagrante, ocorrido na tarde de ontem, um idoso de 72 anos, dono do imóvel, foi autuado em R$ 6,5 mil por infração ambiental.

A ocorrência iniciou durante patrulhamento dos militares pela área rural. Em determinado momento, conforme a corporação, a equipe observou que havia diversas gaiolas com pássaros penduradas em um sítio.

Em contato com o morador, o mesmo se apresentou como proprietário dos pássaros, e disse que não tinha autorização para manter as aves em cativeiro. Foram apreendidos seis canários da terra verdadeiros; quatro inhapins; um tico-tico rei e dois pássaros pretos do brejo.

Diante dos fatos, foi lavrado um Auto de Infração Ambiental por manter em cativeiro aves da fauna silvestre nativa sem autorização do órgão competente no valor de R$ 6,5 mil.

Por apresentarem sinais evidentes de “estado bravio” e que foram capturadas recentemente, as aves foram soltas no Parque Estadual do Rio do Peixe.

Veja também