Polícia Civil esclarece homicídio ocorrido dentro de mercado em Álvares Machado

Crime ocorreu em dezembro do ano passado; morador do Parque dos Pinheiros foi preso ontem durante ação do 8º Baep

REGIÃO - ROBERTO KAWASAKI

Data 12/07/2021
Horário 12:19
Foto: Polícia Civil
Vítima foi surpreendida pelo autor ainda do lado de fora do estabelecimento
Vítima foi surpreendida pelo autor ainda do lado de fora do estabelecimento

A Delegacia de Polícia Civil de Álvares Machado esclareceu um homicídio ocorrido em dezembro do ano passado, dentro de um mercado no Jardim Panorama. O acusado pelo crime foi preso ontem pelo 8º Baep (Batalhão de Ações Especiais de Polícia) e está na Cadeia Pública de Presidente Venceslau

Após o crime, a Polícia Civil iniciou investigação e realizou diversas diligências até chegar ao nome do suspeito. Trata-se de um homem de 22 anos, morador do Parque dos Pinheiros. Conforme o delegado João Paulo Tardin, ele tem “um vasto histórico” de ocorrências policiais ainda quando adolescente, e também é suspeito de outros dois homicídios.

O acusado possui antecedentes por tráfico de drogas, associação ao tráfico, furto qualificado e envolvimento com facção criminosa de âmbito nacional.

Diante das informações colhidas, a Polícia Civil representou pelo mandado de prisão temporária e busca domiciliar. No entanto, na primeira diligência o homem não foi localizado, sendo então considerado foragido da Justiça. Porém, ontem ele acabou sendo detido pelo Batalhão de Ações Especiais e Polícia. 

Disparos e agressões

O crime ocorreu no dia 18 de dezembro, em Álvares Machado, e foi registrado pelo circuito de monitoramento do comércio. De acordo com as imagens, a vítima, homem de 33 anos, estava do lado de fora quando foi surpreendida com a chegada do agressor. Com arma em punho, efetuou disparo contra a vítima que correu em direção ao interior do imóvel.

Na sequência, ela foi perseguida a tiros disparados pelo autor. Segundo a Polícia Civil, o homem entrou no mercado, mas logo caiu e recebeu outro disparo, instante em que o agressor desferiu golpes, utilizando da arma de fogo, contra a face e cabeça, além de chutes. Depois do crime, o indivíduo fugiu.

Exames periciais indicaram que a vítima foi atingida nas costas por projétil de arma de fogo e tinha múltiplas lesões na região da face e crânio.

“O investigado foi preso após ter sido cabalmente identificado como autor de homicídio, crime cometido com requintes de crueldade e mediante recurso que impossibilitou a defesa de vítima, eis que surpreendeu seu desafeto e desferiu tiros contra este, inclusive nas costas, além de agredir brutalmente a vítima que já estava ferida no chão, ainda com vida”, considera o delegado. 

As investigações prosseguem a fim de esclarecer categoricamente a motivação do crime, e possível participação de outras pessoas. 


Polícia Civil - Vítima correu para dentro do mercado, onde foi morta

Veja também