Polícia intercepta tráfico de drogas na Raposo Tavares

Entorpecentes estavam na posse de um jovem de 21 anos que alegou à polícia que teria como destino a cidade de Presidente Prudente

REGIÃO - WEVERSON NASCIMENTO

Data 24/10/2020
Horário 11:01
Foto: Polícia Militar Rodoviária - Entorpecentes teriam como destino a cidade de Presidente Prudente
Foto: Polícia Militar Rodoviária - Entorpecentes teriam como destino a cidade de Presidente Prudente

Na manhã de hoje, um homem de 21 anos foi preso em flagrante por tráfico de drogas no km 616 da Rodovia Raposo Tavares (SP-270), em Presidente Venceslau. O jovem estava na posse de 14 invólucros de maconha, que totalizaram 11,250 quilos, bem como uma porção de haxixe. Os entorpecentes teriam como destino a cidade de Presidente Prudente.

De acordo com o policiamento, durante o desenvolvimento de operação em combate de ilícitos administrativos e penais, a equipe pertencente ao efetivo da 2° Companhia de Polícia Rodoviária de Presidente Prudente , abordou um ônibus de linha regular com itinerário Ponta Porã x São Paulo, com 40 passageiros, e durante a vistoria no interior do coletivo notou o nervosismo por parte do passageiro ocupante da poltrona de número 41, além de respostas desencontradas sobre os motivos de sua viagem, ensejando uma busca pessoal em seus pertences.

Finalidade da droga

No interior do veículo foi localizada, devidamente identificada, duas bolsas com os entorpecentes. Indagado sobre qual a finalidade da droga, o jovem afirmou que foi contratado por um desconhecido para buscá-la pelo município de Ponta Porã (MS) e teria como destino a cidade de Presidente Prudente, onde entregaria para outro desconhecido. Para tal ação alegou que receberia o valor de R$ 2 mil.

Diante dos fatos foi dada voz de prisão em flagrante delito ao passageiro, sendo preso pelo cometimento do crime tipificado nos termos do Art. 33 da Lei 11.343, de 23 de agosto de 2006, sendo garantido lhe todos os seus Direitos Constitucionais, acrescentou o policiamento. “O indiciado permaneceu à disposição da Justiça para posteriormente participar de audiência de custódia, e se for o entendimento daquele magistrado, o encaminhamento à unidade prisional”.

Além dos entorpecentes, foi apreendido um aparelho de telefonia celular, além do bilhete de passagem e o valor de R$ 129,85.

Veja também