Prefeitura de Prudente suspende aulas presenciais durante fase vermelha do Plano SP

Medida vale para escolas das redes municipal e estadual, mas Executivo recomenda que instituições privadas priorizem o ensino remoto neste momento

PRUDENTE - DA REDAÇÃO

Data 22/02/2021
Horário 17:45
Foto: Mariana Padovan/Secom
Executivo de Prudente se reuniu com representantes de sete cidades da região para discutir medidas
Executivo de Prudente se reuniu com representantes de sete cidades da região para discutir medidas

A Prefeitura de Presidente Prudente anunciou na tarde desta segunda-feira, por meio do Decreto Municipal 31.755/2021, que as aulas presenciais nas escolas das redes municipal e estadual ficarão suspensas durante a fase vermelha do Plano São Paulo. Às instituições de ensino privado, fica recomendado que priorizem as aulas na modalidade remota.

Como medidas adicionais de enfrentamento à Covid-19, em consideração ao momento crítico em que todo o DRS-11 (Departamento Regional de Saúde) se encontra, com leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) chegando a quase 100% de ocupação, o Executivo publicou regras complementares que serão adotadas durante a vigência da fase vermelha.

Para coibir festas clandestinas, eventos sociais, aglomerações e desrespeito às normas sanitárias, a fiscalização será intensificada, com ações conjuntas entre Visa (Vigilância Sanitária), Sedepp (Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico) e Defesa Civil.

Os supermercados e hipermercados deverão operar com ocupação máxima de 40%. O consumo local em conveniências está proibido, inclusive na área de estacionamento, com venda de bebida alcoólica proibida entre as 20h e as 6h.

Também permanecerão fechados todos os espaços esportivos de prática coletiva, como ginásios, quadras e campos.

O funcionamento de igrejas está permitido até as 22h, respeitando o limite de 30% da capacidade do espaço, com distanciamento entre os fiéis e uso obrigatório de máscara.

Reunião com prefeitos

As medidas deliberadas em decreto foram discutidas na manhã desta segunda-feira pelo prefeito Ed Thomas (PSB) e pelo vice Izaque Silva (Patriota), juntamente com representantes dos municípios de Anhumas, Alfredo Marcondes, Caiabu, Martinópolis, Pirapozinho, Santo Expedito e Tarabai, integrantes do DRS-11, que também devem aplicá-las em suas administrações.

O encontro foi realizado, principalmente, para a discussão sobre a ausência de leitos de UTI e o quase esgotamento dos leitos de enfermaria, gerando a necessidade de medidas de combate às aglomerações.

Foi acordado ainda que as cidades do DRS-11 irão articular, junto ao governo do Estado, medidas para agilizar o envio de vacinas à região.

Veja também