Projeto Dança InPrudente abre inscrições para diversos níveis

“Neste ano, teremos também sapateado e técnicas modernas aos alunos, além de uma parceria com a Escola de Artes, que oferecerá algumas vagas remanescentes para teoria musical", informa.

VARIEDADES - DA REDAÇÃO

Data 27/02/2015
Horário 09:59
 

O projeto Dança InPrudente está com 50 vagas abertas para iniciação, sendo 25 no período da manhã e outras 25 à tarde, para crianças de ambos os sexos, com idade entre 6 e 12 anos. Para aquelas que já praticam balé, também há vagas para os níveis II, III e IV.

De acordo com a professora e bailarina Helga Urel, coordenadora da ação, o projeto oferece gratuitamente aulas de técnica de dança clássica, dança criativa, história e teoria da dança, oferecidas três vezes na semana, com duração de uma hora e meia a duas horas. "Neste ano, teremos também sapateado e técnicas modernas aos alunos, além de uma parceria com a Escola de Artes, que oferecerá algumas vagas remanescentes para teoria musical", informa.

O módulo tem duração de dez meses e as aulas começam no dia 2 de março. A única exigência para ser aluno é estar matriculado em uma escola de ensino regular (pública ou particular), no ensino fundamental ou médio, ter frequência mínima em 75% das aulas e participar das apresentações para as quais for chamado. No ano passado, o projeto atendeu 160 crianças e suas coreografias foram vistas por aproximadamente 7 mil pessoas.

Para a matrícula, Urel declara que o interessado deve se dirigir à Sala 3 do Centro Cultural Matarazzo, das 8h às 11h e das 14h as 17h, de segunda a sexta-feira, levando um xerox da certidão de nascimento, um comprovante de endereço e um comprovante de matrícula na escola de ensino regular.

 

Trabalhos


No ano passado, a coordenadora conta que a escola produziu com seus alunos o espetáculo "O Quebra Nozes" e, em 2015, criará "Sonho de uma noite de verão", para outubro. "Eles participam constantemente de mostras e outros eventos, estando constantemente no palco, vivenciando na prática seus conhecimentos, parte importante da formação de qualquer artista".

Além disso, seus alunos têm a opção de submeter-se a exames da RAD (Royal Academy of Dance), uma das maiores instituições de exames de balé clássico do mundo. Seus exames são projetados para motivar e incentivar os alunos de todas as idades e níveis de habilidade, através de um sistema de avaliação de progresso e de realização. No ano passado, mais de 230 mil jovens em todo o mundo foram inscritos aos exames da RAD.

O projeto, idealizado através do ProAC-ICMS (Programa de Ação Cultural da Secretaria de Cultura do governo do Estado de São Paulo), com apoio da Secretaria de Cultura de Presidente Prudente, é dirigido por Helga Urel, tem a coordenação de Tamara Barbosa que hoje também atua como professora ao lado de Catarina Scarabotollo, Fernanda Benvenuto, Mariana Silva, Natália Marques e Robson Bento. Em 2012, 2013 e 2014, o projeto teve patrocínio do Magazine Torra Torra, Bebidas Funada e Trans Hizza.

Veja também