Projeto desportivo retoma atividades em Prudente

Existente há mais de 25 anos, escola da Semepp visa treinar e apoiar jovens talentos no mundo do atletismo; professores agora aguardam novas inscrições

Esportes - PEDRO SILVA

Data 07/08/2019
Horário 07:23
José Reis - Após as férias, treinamentos regulares voltaram a ser realizados na segunda-feira
José Reis - Após as férias, treinamentos regulares voltaram a ser realizados na segunda-feira

O projeto Escola de Formação Desportiva, da Semepp (Secretaria Municipal de Esportes), realizado na pista de atletismo Mario Covas na FCT/Unesp (Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Estadual Paulista), voltou às suas atividades regulares na segunda-feira. Os treinamentos durante as férias não foram interrompidos, mas realizados somente no período da manhã. Agora os professores aguardam inscrições para revelar novos sucessos no esporte.

Existente há mais de 25 anos, o projeto visa treinar e apoiar jovens talentos no mundo do atletismo que têm como meta seguir carreira no esporte. O professor Eliseu Sena comenta que ele mesmo é fruto da escola, e pretende atender e encaminhar o máximo de competidores que conseguir para a carreira profissional.

 

Atletas

Eliseu explica que para ingressar nos treinamentos, é necessário ter idade mínima de 10 anos, podendo haver exceções para menores que consigam compreender e seguir as orientações. Ele exemplifica que já teve casos de alunos com 12 anos quase impossíveis de treinar e, ao mesmo tempo, alguns com 8 anos já apresentando uma disciplina considerável. 

São três professores no projeto: Eliseu cuidando da iniciação e rendimento; Cremilson Julião Rodrigues do atletismo; e Inaldo Justino Sena também do rendimento. Os atletas são divididos por seu rendimento e coordenação física, além da vivência esportiva.

Muitos participantes da escola se destacam em várias modalidades. Alguns são campeões, sendo Deise Teixeira campeã Pan-americana em lançamento de dardo; Vitória Sena – filha do professor Inaldo –, campeã e recordista dos 400 metros rasos; Eron Maciel Araújo, campeão escolar e Sul-americano de 2018 no salto em altura; e Giovana Rosário, que em 2017 foi campeã mundial na categoria sub-18 do revezamento quatro por quatro.

Aqueles que ainda não alcançaram o pódio têm só uma questão de tempo. Bruno Spineli é atualmente o quarto no ranking brasileiro do salto com vara e já foi finalista de mundiais na categoria. Alana Romão, mesmo com só 14 anos, tem índices para participar do Campeonato Brasileiro na categoria de adultos no salto em altura. Valentina Araújo de 12 anos vem se destacando em provas de velocidade com barreira, e Rayssa Romão, que na categoria sub-16 nas provas de 100m rasos e salto à distância, teve excelentes resultados no Campeonato Brasileiro.

 

Inscrição

O projeto busca revelar e treinar talentos do atletismo. Para se inscrever, o atleta deve comparecer até a pista Mario Covas levando documentos para identificação e, após isso, deve passar por um exame de aptidão física, nível de condição motora e nível de entendimento, para entender e acatar os comandos dos treinadores. Por isso, a idade mínima do projeto é de 10 anos, mas em casos onde o nível e entendimento são alterados, pode-se negar atletas mais velho ou aceitar mais novos.

Serviços

Aos interessados, as inscrições ocorrem na pista de atletismo Mario Covas da FCT/Unesp, na Rua Roberto Símonsen, 305, na parte da manhã, das 9h às 11h, ou à tarde, das 15h às 18h.

Para dúvidas, basta ligar na Semepp pelo telefone 3222-4021, ou diretamente com o professor Eliseu Sena, no 99751-5393

 

 

 

Veja também