Prudenco inicia Projeto Zeladoria nesta segunda-feira

Ação comtempla a execução de serviços como roçagem e capinagem, operações tapa-buracos, recolhimento de materiais inservíveis, localização de focos de endemias entre outras atividades 

PRUDENTE - WEVERSON NASCIMENTO

Data 14/02/2021
Horário 10:30
Foto: Weverson Nascimento
Ação trata-se de toda a setorização do município para a execução de serviços de zeladoria
Ação trata-se de toda a setorização do município para a execução de serviços de zeladoria

A Prudenco (Companhia Prudentina de Desenvolvimento), em parceria com a Prefeitura de Presidente Prudente, dará início nesta segunda-feira ao Projeto Zeladoria. A ação trata-se de toda a setorização do município, em 11 blocos, para a execução de serviços como roçagem e capinagem, operações tapa-buracos, recolhimento de materiais inservíveis, localização de focos de endemias e orientações aos moradores.
O diretor-presidente  da Prudenco, Valdecir Vieira, explica que uma das obrigações da companhia é criar políticas públicas de zeladoria e, através desta responsabilidade, a ação foi criada para garantir mais eficiência no trabalho já executado no município. “A iniciativa surge como uma necessidade de centralizar os trabalhos da Prudenco e de seus parceiros em um sistema em que gera economia e rapidez no atendimento das necessidades da população”, explica. 
A princípio, o município foi dividido em 11 setores e a previsão e de que os trabalhos sejam executados em até no máximo cinco dias em cada região (setor). Desta forma, um estudo prevê que toda a cidade deverá receber a execução dos serviços de roçagem e capinagem, operações tapa-buracos, recolhimento de materiais inservíveis, localização de focos de endemias, entre outras atividades, em até 60 dias até que se inicie novamente pelo setor um e, assim, sucessivamente. 
O primeiro setor, por exemplo, está localizado na zona leste da cidade, o que significa que os esforços profissionais estarão concentrados nos respectivos bairros comtemplados. Tal conduta adotada evitará que os profissionais realizem atividades em pontos extremos do município, otimizando custos e o tempo de trabalho. “É fazer mais gastando menos, pois tínhamos graves problemas em logística. Então, setorizando nós vamos ter melhores condições de atendimento nos bairros, e quando iniciarmos novamente o projeto voltaremos para atender demandas que surgirem ou que podem ser melhoradas. O sistema de setorização nada mais é do que a otimização dos gastos e mais efetividade nos trabalhos”, explica o secretário municipal de Meio Ambiente, Fernando Luizari Gomes.  
Mesmo com maior concentração de esforços destinados ao Projeto Zeladoria, a Prudenco não deixará de atender questões emergenciais no município. “Haverá uma continuidade dos serviços prestados para todo o município ao mesmo tempo. No entanto, teremos um fortalecimento de equipamentos, maquinários e pessoal nos setores e em suas respectivas datas”, acrescenta o diretor-presidente da Prudenco.

Apoio da população

O titular da Semea (Secretaria Municipal do Meio Ambiente) acrescenta que para que o projeto dê certo será necessário também o apoio da população. Ele relata que há casos em que determinado espaço é limpo em um dia e no outro já é possível encontrar móveis e materiais inservíveis, principalmente em canteiros centrais e praças públicas. “Isso não pode acontecer, para a gente ter uma cidade limpa nós precisamos que as pessoas também contribuam e, para isso, também será feito um trabalho de educação ambiental. Depois que essa engrenagem se acertar eu acredito que a população tomará ciência de que estamos trabalhando para uma cidade com menos custos, e isso impacta diretamente tanto para Prefeitura como para o bolso dos cidadãos que pagam os seus impostos”, reforça. 
Para fazer mais, gastando menos, uma série de parcerias foi firmada entre a Prudenco e a Prefeitura de modo que secretarias e empresas privadas também contemplem as necessidades dos setores. Neste projeto, portanto, haverá um trabalho coletivo junto à Sesau (Secretaria Municipal de Saúde), através da VEM (Vigilância Epidemiológica) e a Visa (Vigilância Sanitária); Semea (Secretaria de Meio Ambiente); Seplan (Secretaria de Planejamento, Desenvolvimento Urbano e Habitação); Semob (Secretaria de Mobilidade Urbana); Sosp (Secretaria de Obras e Serviços Públicos); além das empresas Energisa Sul-sudeste, Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo) e Ilumina. (Os serviços que não são de responsabilidade da Prudenco serão encaminhados às secretarias correspondentes). 

SERVIÇO
O morador do bairro deverá colocar os descartes para o cata-treco na calçada dois dias antes do início da campanha em seu bairro. Os caminhões passarão no bairro coletando os itens dispostos nas calçadas durante a semana. Você pode consultar o cronograma e as datas no site oficial da Prudenco (www.prudenco.com.br), nas redes sociais ou através dos telefones (18) 3226-0055 e 156. Durante a execução do projeto será feito um trabalho informativo através de panfletos e carro de som dias antes do início dos trabalhos.  

Confira a programação dos setores 

SETOR 1: Distrito Industrial, Bosque Da Vila Aurélio, Jardim Brasília, Jardim Cambuci, Jardim Itapura II, Jardim Itatiaia, Jardim Marisa, Jardim Paraiso, Jardim Planaltina. Planalto, Jardim Santa Mônica, Jardim Santana, Jardim São Bento, Jardim São Domingos, Jardim Sumaré, Residencial Itapuã, Residencial José Rena, Parque Alvorada, Parque José Rotta, Vila Aurélio e Vila Lider

SETOR 2: Condomínio Residencial Laura, Jardim Itacaré, Jardim Itapurã I, Jardim Itapura III, Jardim Santa Filomena, Parque Furquim, Residencial Jarina, Vila Brasil, Vila Furquim, Vila Iti, Vila Luso, Vila Marcondes, Vila Mendes e Vila Rainho 

SETOR 3: Conjunto Habitacional Brasil Novo, Conjunto Habitacional João Domingos Netto, Jardim Morada do Sol, Parque Alexandrina, Parque Residencial Francisco Belo Galindo, Residencial Bela Vista I, Residencial Bela Vista II, Residencial Brisa do Bosque, Residencial Brisa do Monte, Residencial Cremonezi, Residencial Marangoni, Residencial Novo Horizonte, Residencial Tamoios e Residencial Tapájos

SETOR 4: Condomínio Residencial Bela Vista, Condomínio Residencial Parque das Cores, Conjunto Habitacional Augusto de Paula, Conjunto Habitacional Humberto Salvador, Jardim Cobral, Jardim Leonor, Jardim Maracanã, Jardim Novo Bongiovani, Jardim Panorâmico, Parque Imperial, Residencial Bongiovani, Residencial Carandá, Residencial III Milênio, Residencial Maré Mansa, Residencial Minerva, Residencial São Paulo e Santo Expedito

SETOR 5: Condomínio Residencial Bela Primavera, Condomínio Residencial Saintz Moritz, Inocoop, Jardim América, Jardim Barcelona, Jardim Belo Horizonte, Jardim Eldorado, Jardim Estoril, Jardim Iguaçu, Jardim Regina, Jardim Santa Olga, Parque Alto da Bela Vista, Parque Bandeirantes, Parque São Lucas, Parque São Matheus, Residencial São Sebastião e Sítio São Pedro

SETOR 6:  Jardim Aviação, Jardim Europa, Jardim Guanabara, Jardim Paulista, Jardim Santa Izabel, Parque São Judas Tadeu, Vale das Parreias, Vila Angélica, Vila Dubus, Vila Esperança, Vila Geni, Vila Machadinho, Vila Operário e Vila Tazitsu

SETOR 7: Bosque, Centro, Jardim Bela Dária, Jardim Paulistano, Vila Charlote, Vila Coronel Goulart, Vila Cláudia Glória, Vila Comercial, Vila Glória, Vila Industrial, Vila Lessa, Vila Maristela, Vila Malaman, Vila Nova, Vila Ocidental, Vila Pinheiro, Vila Santa Helena, Vila São Jorge e Vila Tabajara

SETOR 8: Chácara do Macuco, Cidade Universitária, Jardim Alto da Boa Vista, Jardim Aquinópolis, Jardim Bongiovani, Jardim Caiçara, Jardim Cambuy, Jardim Campo Belo, Jardim Cinquentenário, Jardim Colina, Jardim das Rosas, Jardim dos Pioneiros, Jardim Icaray, Jardim Morumbi, Jardim Paris, Jardim Petrópolis, Jardim Rio 400, Jardim São Luiz, Parque Higienópolis, Vila Formosa, Vila Nova Prudente, Vila Liberdade, Condomínios (Damha, Golden Village, João Paulo II, Central Park e Quinta das Flores)

SETOR 9: Conjunto Habitacional Ana Jacinta, Conjunto Habitacional Mario Amato, Jardim Itaipu, Jardim Meridional, Jardim Novo Prudentino, Jardim Prudentino, Jardim Santa Fé, Jardim Satélite, Jardim Tropical, Jardim Vale do Sol, Jardim Vila Real, Parque Shiraiwa, Residencial Anita Tiezzi, Residencial Damha Belvedere, Residencial Florenza, Residencial Monte Carlo, Residencial Nosaki, Residencial Parque dos Girassóis, Residencial Porto Madero, Residencial Vale do Café, Residencial Vale do Ribeiro, Residencial Vale dos Reis e Rotta do Sol

SETOR 10: Bosque dos Tamboris, Cecap, Cohab, Jardim Bela Vista, Jardim das Hortências, Jardim Everest, Jardim Jequitibás, Jardim Monte Alto, Jardim Ouro Verde, Jardim Sabará, Jardim Santa Eliza, Jardim Santa Paula, Jardim São Gabriel, Jardim São Geraldo, Jardim São Paulo, Jardim Vale Verde, Parque Cedral, Parque Residencial Funada, Parque Residencial Mart Ville, Parque Residencial Mediterrâneo, Parque Residencial Servantes e Residencial Green Ville

SETOR 11: Distrito Montalvão, Residencial Daiane, Distrito Floresta do Sul, Distrito Eneida e Distrito Ameliópolis


Fonte: Prudenco


 

Veja também