Prudente inaugura 3º Ecoponto, que atende regiões oeste e norte

Objetivo é a preservação ambiental por meio do descarte correto de resíduos não-orgânicos; quatro caçambas estão disponíveis

PRUDENTE - DA REDAÇÃO

Data 31/07/2020
Horário 15:52
Mariana Padovan - Local dispõe de um contêiner com funcionário que orienta em relação ao descarte Foto: Mariana Padovan - Local dispõe de um contêiner com funcionário que orienta em relação ao descarte

A Prefeitura de Presidente Prudente, por meio da Semea (Secretaria Municipal de Meio Ambiente), entregou na manhã desta sexta-feira mais um Ecoponto. O dispositivo foi instalado no Residencial Carandá, próximo à Horta Municipal, para atender aos moradores das zonas norte e oeste da cidade.

Na ocasião, o prefeito Nelson Roberto Bugalho (PSDB) falou sobre a importância do espaço, que servirá de referência para bairros populosos como Maré Mansa, Novo Bongiovani, Cobral, entre outros, auxiliando na preservação ambiental por meio do descarte correto de resíduos não-orgânicos.

Prudente já tem outros dois Ecopontos em funcionamento. O primeiro foi entregue em abril deste ano, no Jardim Cambuci. O segundo foi entregue em maio, no Jardim Sabará. Para o chefe do Executivo, locais são aliados na luta contra o despejo irregular de lixo em terrenos públicos e particulares, ruas e canteiros da cidade. "Não há desculpa para jogar em lixo em local inadequado. Além de ser um crime ambiental, é um desrespeito com a cidade e com os moradores vizinhos", declara.

A entrega do Ecoponto contou também com a presença do secretário municipal do Meio Ambiente, Wilson Portella Rodrigues e equipe envolvida. O local é administrado pela Semea com apoio da Prudenco (Companhia Prudentina de Desenvolvimento).

O novo Ecoponto conta com quatro caçambas que já estão prontas para receber os resíduos recicláveis. O local também dispõe de um contêiner com funcionário que orienta em relação ao descarte. Funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

O espaço recebe resíduos recicláveis como embalagens de plástico, papelão, metal e vidro; móveis usados (até duas unidades); restos da construção civil dentro do limite de até 1 metro cúbico (m³) ou 10 sacos; poda de árvore; óleo de cozinha; e lixo eletrônico.

Os próximos Ecopontos estão sendo analisados, sendo um previsto para a região norte (João Domingos Neto, Tapajós e Alexandrina) e outro para a região sul (Conjuntos Habitacionais Ana Jacinta e Mário Amato).

Veja também