Prudente tem 1.100 moradores atrasados para 2ª dose da vacina contra Covid-19

Unidades de saúde estão em contato com faltosos para saber motivos da ausência; infectologista destaca necessidade de completar esquema vacinal

PRUDENTE - ANDRÉ ESTEVES

Data 04/06/2021
Horário 14:19
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Faltosos representam 1,65% do total de prudentinos contemplados com a primeira dose
Faltosos representam 1,65% do total de prudentinos contemplados com a primeira dose

Em Presidente Prudente, 1.100 pessoas estão com a segunda dose da vacina contra a Covid-19 em atraso, conforme levantamento solicitado por O Imparcial à administração municipal.

O número representa 1,65% do total de prudentinos contemplados com a primeira dose, que somam 66.384, de acordo com dados atualizados nesta sexta, às 10h42, pela plataforma Vacivida, mantida pela Secretaria Estadual de Saúde.

Segundo o Executivo, com o objetivo de regularizar a situação, as unidades de saúde entram em contato com os faltosos para saber os motivos da ausência, que podem ser diversos: contágio pelo vírus, mudança de endereço, falecimento ou porque o cidadão realmente se esqueceu da data de retorno.

Para o infectologista André Luiz Pirajá da Silva, o número permaneceria preocupante ainda que fosse uma única pessoa com a segunda dose pendente, uma vez que, sem ela, não há o esquema vacinal completo. "É preciso lembrar que a vacina só começa a ter sua eficácia comprovada pelos estudos em torno de duas a quatro semanas após a aplicação da segunda dose", destaca.

O médico aponta que a falta da imunização completa aumenta a possibilidade de infecção pelo vírus e, consequentemente, contribui para o prolongamento da pandemia. "Além disso, com o vírus à solta, há o risco de surgir novas variantes", complementa.

Fique atento

Para evitar que a segunda dose fique em atraso por esquecimento, é fundamental que os munícipes anotem a data para o retorno em um lugar visível. Em Presidente Prudente, as salas de vacinação estão disponíveis em 26 postos de saúde, entre UBSs (Unidades Básicas de Saúde) e ESFs (Estratégias de Saúde da Família). O horário de atendimento é das 7h30 às 16h30.

Veja também