Prudente Urbano solicita 90 dias para apresentar defesa e contraditório à Semob

Pasta e a Seajur, que cuida dos assuntos jurídicos, se reunirão para decidir quais providências serão tomadas diante deste posicionamento da empresa

PRUDENTE - CAIO GERVAZONI

Data 05/11/2021
Horário 18:14
Foto: Divulgação
Empresa entregou manifestação à Semob na tarde desta sexta-feira
Empresa entregou manifestação à Semob na tarde desta sexta-feira

A Prefeitura de Presidente Prudente, por meio da Semob (Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana), informou que foi protocolada na tarde desta sexta-feira, na sede da pasta, a manifestação oficial da concessionária de transporte coletivo Company Tur - a Prudente Urbano -, em que solicita o direito de, no prazo de 90 dias, apresentar sua defesa e contraditório sobre as transgressões contratuais apontadas em processo administrativo.

A Semob esclarece, contudo, que o prazo estabelecido na notificação é para identificar e corrigir as irregularidades apontadas, sob pena de eventual rescisão contratual por caducidade.

A Semob e a Seajur (Secretaria de Assuntos Jurídicos e Legislativos) se reunirão para decidir quais providências serão tomadas diante deste posicionamento da empresa, cabendo à concessionária apontar quais medidas serão adotadas para corrigir as inúmeras e inquestionáveis incorreções constatadas.

A reportagem procurou a Prudente Urbano, mas não recebeu resposta.

"Sem interesse"

O secretário da Semob, Luiz Edson de Souza, reiterou à reportagem de O Imparcial que não há “mínimo interesse” do poder público municipal em continuar com a Prudente Urbano na operação do transporte coletivo em Presidente Prudente. “Já é bem claro. A Prefeitura já manifestou, por meio desta secretaria, que, se continuar nestas condições, nós não temos o mínimo interesse, mas temos que dar o direito dela de se reerguer, se estabilizar e se readequar, desde que cumpra o que está estabelecido no contrato”, pontua.

Veja também