Recesso Legislativo

José Vicente

COLUNA - José Vicente

Data 07/07/2021
Horário 07:05

A Câmara Municipal de Indiana entra em recesso a partir de hoje, devendo atender o público somente em meio período até o dia 31 deste mês, de acordo com o que prevê o regimento interno do Legislativo. O atendimento será no período da manhã, até as 11h, permanecendo fechada no período da tarde.

VACINAÇÃO CONTRA COVID-19
O sistema de saúde de Indiana já está realizando a vacinação contra Covid-19, das pessoas com 18 nos, com comorbidades, enquanto imuniza também as pessoas na faixa etária de 39 anos, sem comorbidades. De acordo com o Plano Nacional de Vacinação do Ministério da Saúde, a vacinação vem acontecendo de uma forma que atinja toda a população, mas aqueles que tenham dúvidas devem procurar a UBS, para melhor orientação. O município registrou 679 casos positivos, com duas pessoas hospitalizadas e 11 óbitos. Enquanto isso, prossegue a imunização contra a gripe, em horários também organizados pelo sistema de saúde.

MISSÃO CUMPRIDA
Podemos classificar como missão cumprida, pelo Escritório Comercial Indiana, que está anunciando o encerramento de suas atividades, depois de mais de seis décadas servindo a coletividade indianense, e por que não dizer da região, já que essa empresa atuou também em outros municípios, como Anhumas, Iepê, Martinópolis, Taciba e Regente Feijó. O Escritório Comercial Indiana já existia antes de 1963, quando então passou a funcionar sob a batuta do saudoso Agenor Stuani, aliás, a empresa popularmente era conhecida como "Escritório do Agenor". Agenor Stuani foi prefeito de Indiana, tendo falecido durante seu mandato. Atualmente a empresa vem sendo administrada pela filha Simoni Stuani Pereira e seu esposo Roberval Pereira. 

HORTA MUNICIPAL REATIVADA
A Prefeitura de Martinópolis anunciou nos últimos dias, a reativação da horta municipal, um trabalho realizado pelo setor de agricultura da municipalidade, que representa benefícios à população carente, com distribuição através de entidades, como Vila Vicentina, Santa Casa, Abrigo e Asilo. Vários produtos estão sendo cultivados, principalmente alfaces, almeirão, tomate, cebolinha, itens que podem enriquecer muito mais a alimentação na mesa das famílias menos favorecidas. Uma brilhante iniciativa, que deve resultar em bons resultados à saúde dos munícipes, inclusive economicamente.

NOVO CADASTRO
O sistema de saúde do município de Martinópolis está convocando a população para Novo Cadastro - SUS, um cadastro obrigatório. Os moradores da cidade devem receber os profissionais terceirizados da Prefeitura em suas casas, para a realização do Cadastro Domiciliar Individual.

NOVAS GELADEIRAS 
Em tempos de pandemia, um dos problemas para o sistema de saúde, sem dúvida, é a falta de geladeiras. O município de Martinópolis está anunciando mais nove geladeiras, que contemplam os postos de saúde, principalmente para a conservação de vacinas. Lembrando que essas geladeiras foram doadas pela Empresa Energisa.

PEDÁGIO GERA EXPECTATIVA
O pedágio entre Indiana e Martinópolis continua ainda gerando uma natural expectativa por parte da população dos dois municípios, principalmente por motoristas que trafegam pela Rodovia Assis Chateaubriand (SP-425). No início das obras, as informações davam conta de que o mesmo entraria em operação no mês de abril, entretanto, houve atrasos e não se sabe ao certo quando será inaugurado, embora comenta-se que talvez esteja funcionando a partir de agosto. Outra expectativa é quanto aos valores que serão cobrados, mas muito se especula, não havendo a certeza de nada. Enquanto isso, muitos motoristas já estão tentando se adaptar ao caminho alternativo, que é a antiga estrada do Chora-Chora, que liga os dois municípios, aliás, há muito tempo, fazíamos esse trajeto a cavalo.

QUAL O DESTINO DAS TERRAS?
Quando as obras do pedágio estavam se iniciando, centenas de caminhões da empresa construtora descarregaram toneladas de terras no trajeto do acesso de Indiana até o trevo da Assis Chateaubriand. O que se dizia na época é que essas terras permaneceriam no espaço marginal do acesso, até que a empresa terminasse as obras, ou seja, Indiana emprestava o espaço para se guardar a terra até que as obras terminassem. As obras terminaram, mas as terras continuam no mesmo local, onde cresce mato, são jogados lixos, e a população quer saber qual o destino de toda aquela terra, que está enfeiando bastante a rodovia de acesso ao município. Se não tem destino, que façam doação para as pessoas que precisam de terras.

A COISA TÁ FEIA
É tanta corrupção em nosso país, é só o que se ouve. Lembra a música do Tião Carreiro e Pardinho, "a coisa tá feia, a coisa tá preta, quem não for filho de Deus, tá na unha do capeta". Corrupção de todo lado, da vacina, da rachadinha, com reverendo envolvido, políticos, superfaturamento de obras. Tem corrupção pra escolher. É lama pra todo lado.

EM TEMPO
Nem tudo depende do tempo, às vezes as coisas só dependem de uma atitude.
 

Veja também