Região registra 3 ocorrências de crime eleitoral

Eleições - ANDRÉ ESTEVES

Data 30/10/2018
Horário 04:54
Marcio Oliveira - Processo transcorreu sem a necessidade de substituir urnas
Marcio Oliveira - Processo transcorreu sem a necessidade de substituir urnas

Em Presidente Prudente, o domingo de votação para o segundo turno transcorreu sem registros de crimes eleitorais, conforme informações emitidas pela polícia em todas as suas instâncias. Na região, por outro lado, foram relatadas três ocorrências desta natureza, sendo uma em Osvaldo Cruz, outra em Lucélia e uma terceira em Taciba, de acordo com o Deinter-8 (Departamento de Polícia Judiciária do Interior).

Em nota, a Seção de Comunicação Social do 18º BPMI/I (Batalhão de Polícia Militar do Interior) explica que, no caso de Taciba, um homem foi detido após denúncia de que estaria distribuindo santinhos em frente de escolas do município. Durante busca pessoal, os agentes localizaram no bolso do indivíduo material alusivo à campanha política. Na ocasião, o infrator afirmou que teria sido contratado para realizar a distribuição do mesmo. Diante disso, ele foi apresentado na delegacia da cidade, onde foi ouvido e liberado.

Segundo a SSP (Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo), tanto a Polícia Civil quanto a Militar realizaram atendimento ativo no perímetro urbano em ambos os turnos das eleições, sendo que a primeira auxiliou os trabalhos da Justiça Eleitoral, enquanto a segunda cuidou do patrulhamento ostensivo na região de votação ao longo dos dois dias.

Sem troca de urnas

Dentro dos locais de votação, também não foram identificadas irregularidades nos municípios atendidos pela 101ª, 182ª e 402ª ZEs (Zonas Eleitorais), com uma exceção na Escola Estadual Professora Anna Antônio, no Parque Castelo Branco, em Prudente. O chefe de cartório da 101ª ZE, Fabiano de Lima Segalla, esclarece que uma tomada apresentou problema e precisou ser trocada. Ademais, nenhuma urna eletrônica foi substituída em nenhum dos pontos.

Veja também