Retomada dos trabalhos

Toninho Moré

COLUNA - Toninho Moré

Data 06/08/2021
Horário 03:33

Os vereadores de Presidente Venceslau voltaram aos trabalhos na segunda-feira. Todos os 13 estiveram presentes na sessão ordinária na retomada dos trabalhos para o segundo semestre. A pauta foi longa e diversos assuntos foram discutidos.

VELHOS PROBLEMAS, NOVOS APELOS 
Os vereadores tocaram em assuntos antigos que continuam insolúveis dentro do município de Presidente Venceslau, como a SP-20, via vicinal que está há mais de quatro anos interrompida na divisa com Marabá Paulista, e uma segunda entrada para o Bairro Volta ao Mundo. 

BRUNO DASSIE FALOU DA SP-20
O vereador Bruno Dassie (PV) comentou que está acionando o deputado Reinaldo Alguz, de seu partido, para que o mesmo trabalhe junto à Artesp (Agência de Transporte do Estado de São Paulo) na viabilização, através da Cart (Concessionária Auto Raposo Tavares), da reconstrução do aterro que cedeu na SP-20. Disse que os trabalhos estão adiantados neste sentido. 

BETO COELHO QUER ACESSO EM BAIRRO
O bairro Volta ao Mundo, em Presidente Venceslau, tem apenas um acesso e vem crescendo de forma vertiginosa nos últimos anos. Isto chamou a atenção do vereador Beto Coelho (Podemos). Ele quer que a administração municipal faça projeto para criar uma segunda entrada no bairro. 

ESTRADA DE FERRO ATRAPALHA
O principal problema para se criar uma segunda entrada na Volta ao Mundo encontra um entrave sério, a presença da estrada de ferro em sua margem. A ferrovia não está sendo usada, tomada pelo mato, mas a concessionária não cede suas laterais ou deixa criar novas passagens sobre os trilhos. 

AGIR PARA ATENDER OS MUNÍCIPES
Mesmo diante do problema, o vereador Beto Coelho (Podemos) discursou na Câmara exigindo que a administração tome uma posição sobre o assunto, pois está difícil para os munícipes que moram naquela localidade se utilizar de apenas uma saída, que ainda apresenta problemas sérios em seu pavimento.

CAVALOS ABANDONADOS
Nestes últimos dias, o Blog do Toninho denunciou a existência de uma égua abandonada no Jardim Azenha. A notícia chamou a atenção dos vereadores Ricardo Jock (PL) e Lagoa (PT), que foram buscar o animal e conseguiram abrigá-la em num terreno próximo ao Abrigo Esperança. 

UM SEGUNDO ANIMAL ABANDONADO 
Nesta semana foi constatada a existência de outro animal em abandono, desta vez um cavalo, que estava há seis meses pastando nas proximidades do Ginásio de Esportes Dagão. As pessoas que moram perto lhe punham água. Diante do fato, o empresário Renan Carreira, do Lojão do Amigo Bonfim, foi buscá-lo e o levou para o sítio de sua propriedade. 

SÃO ANIMAIS VELHOS 
Parece algo normal, mas não é. São animais velhos, que serviram bastante o dono e no momento em que devem ter um ponto para viver e descansar, são abandonados. Triste escrever uma notícia desta. 

PROJETO SEVEN 
O empresário da Planejax, Jaques Souza, está mostrando a primeira casa do Projeto Seven em Presidente Venceslau. O imóvel tem mais de 130 metros quadrados, construído em torno de um projeto moderno com tudo instalado, incluindo armários e iluminação. Fica na Rua Padre Anchieta, 256. Outras seis casas devem concluir o Seven. 

GANHANDO NOVAS EMPRESAS
Presidente Venceslau está voltando aos poucos ao seu mundo de negócios. O casal José Ângelo e Ângela inauguraram um belo salão de festas infantil no final da semana passada. O local tem diversos brinquedos de última geração, pista de dança, local específico para painéis e um campinho de futebol. Fica na Almirante Barroso, cruzamento com a Newton Prado.

ELOGIOS PARA A ASSISTÊNCIA SOCIAL 
Na última sessão da Câmara Municipal, a Secretaria de Assistência Social de Presidente Venceslau recebeu diversos elogios devido a sua postura nestes dias de frio que atingiram a região. Mariana Erbella Casari Catarino, secretária da pasta, comentou à nossa coluna que ela e sua equipe detectaram todos os moradores de rua e os acolheram. 

POUCOS MORANDO NA RUA 
Mariana Casari ainda disse que existem poucos moradores de rua na cidade e a maioria que fica na praça central tem moradia na cidade. “Quando faz frio, eles vão para suas casas”, disse. Os que não têm residência, foram levados para o hotel. Também houve a vacinação anti-Covid com dose única em 18 deles.

Veja também