Rumo informa que novo estudo de ramal será apresentado daqui a seis meses

UEPP demanda a implantação de um traçado ligando Parapuã a Prudente, mas valores apresentados anteriormente tornam projeto inviável

REGIÃO - DA REDAÇÃO

Data 05/01/2021
Horário 17:36
Foto: Arquivo
UEPP diz que aguardará o prazo estipulado para estudo que visa recuperação dos trilhos
UEPP diz que aguardará o prazo estipulado para estudo que visa recuperação dos trilhos

Em 18 de dezembro, durante conferência online entre a UEPP (União das Entidades de Presidente Prudente e Região) e a concessionária ferroviária Rumo, foi solicitada nova alternativa para implantação de um traçado que liga Parapuã a Presidente Prudente (Panorama e Tupã), a fim de dar viabilidade à execução, já que o estudo apresentado anteriormente tornaria o projeto inviável, com custo em torno de R$ 1,2 bilhão. Em 30 de dezembro, a concessionária informou que os novos estudos serão apresentados daqui a seis meses.

No recente e-mail enviado pela Rumo, a representante das Relações Governamentais, Gina Custódio, salientou que o estudo é conceitual, portanto, necessita de detalhamento e aprofundamento dos parâmetros e levantamentos de campo e topografia para permitir qualquer reavaliação dos custos.

Conforme a AACE (Autoridade internacional para a Engenharia de Custos), as estimativas apresentam variação de acordo com a maturidade do projeto. “As comparações com outros projetos em desenvolvimento no Brasil são inevitáveis, contudo, há de se fazer a comparação com a mesma classe de maturidade e com a devida atualização”, explica no e-mail. Por exemplo, em janeiro de 2020, de acordo com o EVTEA (Estudo de Viabilidade Técnica e Ambiental), o custo da implantação por quilômetro, em Itajaí (SC), foi de R$19.437.116,84. 

O presidente da UEPP, Renato Mungo, informa que a entidade aguardará o prazo estipulado. “A Rumo é obrigada a prestar esclarecimentos semestralmente, em cumprimento de TAC [termo de ajustamento de conduta] determinado pelo MPE (Ministério Público Estadual), embora tenha garantido anteriormente que a alternativa seria apresentada em reunião antecipada”, destaca.

Veja também