SAS recebe 10,6 mil absorventes arrecadados por alunos em Prudente

Itens de higiene íntima serão distribuídos para meninas e mulheres atendidas pelos projetos de assistência social do município

PRUDENTE - DA REDAÇÃO

Data 29/10/2021
Horário 14:18
Foto: Marcos Sanches/Secom
Entrega aconteceu na manhã desta sexta-feira, na sede da SAS
Entrega aconteceu na manhã desta sexta-feira, na sede da SAS

A SAS (Secretaria Municipal de Assistência Social) recebeu a doação de aproximadamente 10.600 absorventes femininos, que foram arrecadados por meio de uma iniciativa liderada por alunos de graduação e pós-graduação do curso de Agronomia da Unoeste (Universidade do Oeste Paulista), integrantes do GEA (Grupo de Estudos do Algodão).

A entrega aconteceu na manhã desta sexta-feira, na sede da SAS. Os absorventes serão distribuídos entre os projetos atendidos pela SAS, como os Cras (Centros de Referência de Assistência Social), Creas (Centros de Referência Especializados de Assistência Social), Projeto Aquarela, Sapru (Serviço de Acolhimento à População de Rua), entre outros.

De acordo com a doutoranda Caroline Honorato Rocha, a iniciativa da arrecadação teve como base a junção de dois pontos. “A comemoração do Dia Mundial do Algodão, cultura que integra a nossa área de pesquisa, e a pobreza menstrual, que tem sido bastante abordada, trazendo à tona um problema que até pouco tempo atrás não era tão abordado”, relata.

O grupo distribuiu caixas identificadas pelos dois campus da universidade, nas quais foi depositada parte do material arrecadado. Os alunos também firmaram parceria com o movimento "Sou de Algodão", que custeou o restante das unidades.

“Estamos muito felizes em poder contribuir. Minha mãe é funcionária da Assistência Social de uma cidade da região, então, eu cresci vendo bons exemplos como este”, acrescenta Caroline.

Conforme o pró-reitor de pesquisa, pós-graduação e extensão da universidade, Adilson Eduardo Guelfi, a Unoeste está à disposição para contribuir com ações que beneficiem os munícipes e o desenvolvimento da cidade. “Nossa população precisa de ajuda e é gratificante saber que nossos alunos são sensíveis às causas nobres. A Unoeste assumiu o compromisso em contribuir com tudo o que for possível, pelo bem do povo e pelo desenvolvimento de Presidente Prudente. A administração municipal tem nosso apoio”, expõe.

A secretária da SAS, Clélia Tomazini, agradeceu pela doação e parabenizou os envolvidos na iniciativa. “Fico muito feliz quando vejo jovens envolvidos nas causas sociais. Não é só importante, é bonito. A pobreza menstrual é uma realidade, inclusive aqui. Já registramos evasões em nossos projetos causadas pela falta do absorvente. Agradeço também a parceria da Unoeste, que tem nos apoiado em tantas ações. Ninguém faz nada sozinho”, declara Clélia. 

Como representante do Fundo Social de Solidariedade, a presidente Lucimara Rodrigues parabenizou os estudantes pelo empenho e por acreditar na causa.

O vice-prefeito Izaque Silva (Patriota) também agradeceu aos alunos e à universidade, além de mencionar um projeto de lei de sua autoria na época em que ocupava o cargo de vereador, com o objetivo ceder itens de higiene íntima a mulheres em situação de vulnerabilidade. “É um tema que trabalho há mais de dois anos. É uma situação real, delicada. Temos relatos em nosso município, são situações que causam constrangimentos. Agradeço pela sensibilidade desse grupo de alunos e por mais essa parceria com a Unoeste”, pontua.

Veja também