Saxofonista da banda de Roberto Carlos ministra curso no Sesc

Ubaldo Versolato, considerado um dos melhores músicos do país, falará da relação entre sax, flauta e clarinete

VARIEDADES - Oslaine Silva

Data 11/12/2015
Horário 07:23
 

 

Um dos melhores saxofonistas do Brasil estará em Presidente Prudente nesta sexta-feira, comandando um workshop de sax, flauta e clarinete, no Sesc Thermas: o músico Ubaldo Versolato, que atualmente integra a banda do cantor Roberto Carlos. A atividade gratuita - com inscrições na Central de Atendimento - terá início às 18h30.

De acordo com Ubaldo, ele não ensinará como se toca os instrumentos, mas sim a relação, a interação entre eles, que atualmente tem sido muito usada por músicos populares, principalmente na Broadway. "Aqui em São Paulo também está tendo uma demanda grande nesse sentido, onde um instrumentista toca os três ao mesmo tempo. Nesse encontro, vou compartilhar também com os participantes os meus quase 50 anos de carreira, algumas histórias e experiência em grupos de jazz", salienta.

O músico também falará do investimento que está fazendo em seu projeto solo Ubaldo Versolato Quarteto e ainda passará alguns vídeos do trabalho com Roberto Carlos. Segundo ele, antes de integrar definitivamente a equipe do rei em 2009, ainda na década de 80 já participava de alguns shows dele que tinha muitos músicos no palco.

"Neste meio tempo, trabalhei muito com o maestro Eduardo Lages até ser convidado como saxofonista oficial do Roberto Carlos no show em comemoração aos 50 anos da carreira dele no Estádio do Maracanã. Trabalhar com ele é o ápice da minha carreira. Eu o considero um dos maiores artistas do mundo, pela seriedade, perfeccionismo, a maneira como sempre conduziu sua carreira. É uma grande honra!", exclama o saxofonista.

 

Trajetória


Ele conta que começou a estudar música com apenas 10 anos de idade, quando entrou para uma banda Mirim em São Bernardo do Campo (SP). Ganharam concurso na Rede Record, fizeram apresentações pelo interior do Estado e participaram de vários programas de televisão, como "Praça da Alegria", com o saudoso Manuel de Nóbrega.

Dos conceitos teóricos surgiu o interesse pelo saxofone e ai passou a dedicar-se ao instrumento e seu esforço e talento o levaram até a Banda da Mantiqueira e à Orquestra de Jazz Sinfônica do Estado de São Paulo, onde ficou até 2009.

Tom Jobim, Milton Nascimento, Edu Lobo, Carlos Lyra, Roberto Carlos, Sivuca, Leila Pinheiro, Ângela Maria, Claudette Soares, Dominguinhos, Paulo Vanzolini, Rita Lee, Raul Seixas, Arrigo Barnabé, Jair Rodrigues, Rosa Passos, Elza Soares, Guinga, Hermeto Paschoal, Egberto Gismonti são alguns dos grandes nomes da música brasileira quais Ubaldo tocou ao lado de cada um.

E, entre os internacionais, estão Michel Legrand, Les Elgart, Paquito de Rivera, Diane Schurr, Diana Krall, Dee Dee Bridgewater, John Pizzarelli, Turtle Island String Quartet, Ute Lemper e Ray Conniff. "Costumo dizer que não somos nós que escolhemos a música, mas ela é que nos escolhe. Além de profissão, dedicar-se à música é como um sacerdócio. Se não tiver verdadeira paixão acaba desistindo", pontua o instrumentista.

 

Veja também