Sedentarismo. Corra dele agora!

Jair Rodrigues Garcia Júnior

Sedentário é aquele que não aprecia comportamentos de se levantar, andar de um lado ao outro, subir escadas, carregar pesos, correr e todas demais atividades que requeiram esforço. Tendo se identificado ou se pensou em alguém com essas características, convido a ler até o final.

Trabalho sedentário

Provavelmente você trabalha 8h por dia. Desse tempo, quanto você fica em movimento (andar, subir escadas, levantar caixas etc)? E quanto tempo você fica sentado? Certamente mais que 7h30. Sim, a maioria das ocupações é sedentária ou exige o mínimo de esforço físico. Mas, há uma minoria que trabalha fazendo esforço e, quando o tempo chega a 1h30 ou 2h, pelo menos, podem ser consideradas fisicamente ativas.

Lazer sedentário

Considerando 8h de sono e 8h de trabalho, sobram 8h de tempo livre para as refeições e outras atividades. Excluindo 2-3h para as refeições, o que você faz nas outras 5-6h? A Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda de 150-300 min semanais de atividades físicas moderadas e vigorosas (de 3 e até 6 MET; equivalente ao consumo de O2). Se você tem trabalho sedentário, procure encaixar 20-30 min diários de atividade física no tempo livre e torne seu dia mais ativo.

Fator de risco

Há muitos estudos sobre sedentarismo, e um deles foi realizado com 17 mil pessoas de 18 a 90 anos, acompanhadas ao longo de 12 anos. O foco foi o tempo que essas pessoas ficavam sentadas nas 8h de tempo livre, para relacionar com a mortalidade. Claro que foram considerados fatores extra-sedentarismo (dieta, IMC, tabagismo, consumo de álcool, prática de atividade física) para quantificar o impacto do “tempo sentado”. 

Efeito do "tempo sentado"

Entre todos os participantes houve 1.832 mortes no período, sendo a maioria por doenças do coração (759) e câncer (547). Foi verificada relação direta entre o tempo sentado e o risco de mortalidade por todas as causas. Concluíram que as pessoas que ficam mais tempo sentadas (perto de 100% das 8h livres) têm até 50% mais chances de morrer, independentemente dos outros fatores de risco.

Efeito pandemia

O site Fitbit declara como missão empoderar e inspirar as pessoas para uma vida mais ativa e saudável. Para isso, divulgam informações e vendem produtos que podem auxiliar cada indivíduo nesta meta. Com os produtos e registros dos usuários (30 milhões no mundo) conseguiram quantificar a diminuição da atividade física (passos diários) nos primeiros meses da pandemia: o Brasil teve diminuição de 15% e os EUA de 14%. Consulte mais informações no site e não pare, mesmo ficando em casa. Caso ainda seja sedentário, mude seu estilo de vida.


Procure encaixar 20-30 min diários de atividade física em seu tempo livre.
 

Veja também