Segundona: Grêmio Prudente e Osvaldo Cruz participam de reunião da FPF

Definição dos jogos para somente os finais de semana agrada ambos os clubes que têm até 15 de fevereiro para apresentarem os laudos de que estão aptos a participarem do conselho arbitral

Esportes - DA REDAÇÃO

Data 21/01/2022
Horário 05:45
Foto: Arquivo
Grêmio Prudente já tem alguns jogadores com pré-contrato e outros que estão emprestados devem retornar para o campeonato
Grêmio Prudente já tem alguns jogadores com pré-contrato e outros que estão emprestados devem retornar para o campeonato

 

Os times da região, Grêmio Prudente e OCFC (Osvaldo Cruz Futebol Clube), o Azulão, estiveram representados na tarde de segunda-feira, em uma reunião que a FPF (Federação Paulista de Futebol), realizou de forma remota, com os clubes interessados em participar do Campeonato Paulista da Segunda Divisão, a Segundona. O presidente do Grêmio Prudente, André Luis Garcia, conta que duas datas foram apresentadas para a início da competição, 24 de abril ou 1º de maio que será votada no dia do arbitral. A ideia também é que o torneio termine até o final de setembro.

Segundo ele foi definido que os jogos serão somente aos finais de semana e que os clubes têm até 15 de fevereiro para apresentarem os laudos de que estão aptos a participarem do conselho arbitral.

Todas as outras decisões como regulamento e forma de disputa ficaram para essa próxima reunião, segundo o presidente.

“As nossas impressões foram boas, estava dentro do esperado, acho que jogos as quartas a presença de público seria menor, o que é ruim, por isso que teve essa mudança. Nossa expectativa é boa, a tendência é que se tenha torcedor, ainda que numa condição mais reduzida. Mas como o campeonato começa só em abril provavelmente até lá esse pico da variante Ômicron tenha passado e as coisas voltem ao normal”, expõe André Luis.

Sobre a possibilidade de a variante atrapalhar a realização do campeonato, o presidente acredita que isso não ocorra de maneira alguma. “Dentro da realidade e condições de hoje não vejo nenhuma chance disso acontecer. Na pior das hipóteses pode haver um endurecimento nos protocolos de segurança. Nossas expectativas para a competição deste ano são boas”, frisa ele. 

Já que já as datas, o calendário está certo, o presidente gremista diz que a partir de agora o time vai trabalhar um pouco mais forte na montagem, já tem alguns jogadores com pré-contrato e alguns atletas que pertencem ao clube que estão emprestados, devem retornar para o campeonato.

Olhar mais amplo

Por ser a primeira reunião, referente à competição, o presidente do Azulão, Rubens Romanini, diz que o clube passa agora, a avaliar todos os pontos. “Uma competição com mais datas, como o que se propõe, apesar de ser mais custosa, ainda mais quando a gente trabalha para fazer tudo de forma organizada, é melhor para o futebol. E falamos isso com um olhar mais amplo, pensando no torneio como um todo”, destaca ele acrescentando que neste primeiro encontro, a FPF basicamente apresentou a ideia inicial para a competição, bem como as possíveis datas, questões relacionadas a volta do público aos estádios, após praticamente dois anos nessa divisão.

Em relação à presença da Ômicron, Rubens também não acredita em impedimento para a realização da competição. “Estamos aprendendo a conviver com essa situação. Temos que continuar tomando todos os cuidados”, salienta Rubens.

Conforme o presidente do Azulão, o Osvaldo Cruz não para. Mas o planejamento vai ganhando forma com o passar dos dias. “Queremos errar o mínimo possível. Para isso, porém, é preciso organização e foco em todos os setores. Por conta da parceria que fizemos com o Barretos, para a disputa da Série A-3, havia muita expectativa pelo que poderia acontecer na Segunda Divisão, ano passado. Infelizmente, não foi uma temporada feliz e fomos eliminados ainda na primeira fase. Fica o aprendizado e lições para que 2022 seja um ano diferente”, pontua o presidente do Azulão.

Rubens Romanini e o diretor Alessandro foram recepcionados recentemente pelo vice-presidente da FPF, Fernando Solleiro, em encontro que aconteceu na sede da federação e garantiram apoio à reeleição do presidente Reinaldo Carneiro Bastos.

 

Foto: Reprodução

O presidente gremista, André Luis Garcia, diz que a partir de agora o time vai trabalhar um pouco mais forte na montagem

 

Foto: Cedida

Presidente do Azulão, Rubens Romanini (à dir.), o diretor Alessandro (à esq.) e, Fernando Solleiro, da FPF 

 

Foto: Arquivo

Para o Azulão, eliminado na 1ª fase em 2021, fica o aprendizado e lições para que 2022 seja diferente

 

 

Veja também