Setores fecham com saldo negativo de 149 vagas em PP

De acordo com dados do Caged, liberados ontem, foram 1.709 admissões contra 1.858 demissões; retração foi de 0,24%

PRUDENTE - THIAGO MORELLO

Data 24/08/2019
Horário 08:49
Arquivo  - Com o pior cenário, indústria enfrenta crise há pelo menos três anos, expõe Ciesp
Arquivo - Com o pior cenário, indústria enfrenta crise há pelo menos três anos, expõe Ciesp

O Brasil fechou o mês de julho com saldo positivo no nível de emprego, num superávit de pouco mais de 43 mil novos postos de trabalho. Mas a cidade de Presidente Prudente vai à contramão do país, ao avaliar os dados do Caged (Cadastro Nacional de Empregados e Desempregados) que expõe os dois cenários mensalmente. No último mês, juntos, os oito setores analisados pelo cadastro fecharam com déficit de 149 vagas de emprego. O produto foi resultado das 1.709 admissões contra 1.858 demissões.

Para chegar à cifra, como de praxe, o cadastro analisa os oito seguintes setores: administração pública, agropecuária, comércio, construção civil, extrativa mineral, indústria, serviços industriais de atividade públicas e serviços (veja tabela). Juntos, ao emitirem o saldo negativo, o número é equivalente à retração de 0,24%.

À frente, no pior cenário, e como tem sido nos últimos meses, está a indústria, que sozinha, fechou o período com saldo de negativo de 106 postos de trabalho. Sobre isso, o diretor regional do Ciesp (Centro das Indústrias do Estado de São Paulo), Wadir Olivetti Júnior, entende e volta a afirmar que o setor está sofrendo com a crise financeira há pelos menos três anos, por conta da baixa no consumo. Para ele, a aprovação da reforma da Previdência é o que pode melhorar esse cenário.

E entre os setores, ao serem analisados separadamente, apenas um setor fechou positivo: agropecuária, saldo de 12 vagas. O presidente do Sindicato Rural de Presidente Prudente, Carlos Roberto Biancardi, detalha que “mesmo que seja baixo”, ainda é algo para comemorar. “Isso é sinal de que o setor não está demitindo, mas mantendo os empregos existentes, com uma oscilação positiva até. A gente espera que nos próximos meses as coisas melhorem mais”, completa.

NÍVEL DE EMPREGO EM PRESIDENTE PRUDENTE - JULHO

SETORES

TOTAL ADMISS.

TOTAL DESLIG.

SALDO

VARIAC. EMPR % *

Extrativa mineral

0

0

0

0,00

Indústria

222

328

-106

-1,02

Serv. Indust. de Util. Pública

6

7

-1

-0,13

Construção civil

140

144

-4

-0,23

Comércio

489

494

-5

-0,03

Serviços

823

867

-44

-0,14

Administração pública

3

4

-1

-0,08

Agropecuária

26

14

12

2,05

TOTAL

1.709

1.858

-149

-0,24

Fonte: Caged

Veja também