Sítio Paleontológico: a maior jazida de fósseis de aves do país

De acordo com pesquisador, área - localizada entre o Parque dos Girassóis e o bairro São João - é o lugar mais rico do Brasil em “quantidade e grau de preservação”

VARIEDADES - DA REDAÇÃO

Data 17/10/2020
Horário 03:32
Mariana Padovan - No local, já foram encontrados mais de 2 mil fósseis de aves extintas na época dos dinossauros Mariana Padovan - No local, já foram encontrados mais de 2 mil fósseis de aves extintas na época dos dinossauros Imagem: Mariana Padovan - No local, já foram encontrados mais de 2 mil fósseis de aves extintas na época dos dinossauros

O Sítio Paleontológico de Presidente Prudente recebeu destaque nacional, sendo reconhecido como uma das mais importantes e significativas jazidas de fósseis de aves da Era dos Dinossauros do país. As descobertas foram ressaltadas pelo Jornal Folha de São Paulo, em matéria publicada na quarta-feira.

Ontem, o Sítio Paleontológico recebeu o pesquisador Willian Nava, do Museu de Paleontologia de Marília, responsável pela pesquisa que é realizada desde 2004. Segundo ele, trata-se de uma área muito rica em fósseis, com relevância sul-americana e mundial.

No local, já foram encontrados mais de 2 mil fósseis de aves extintas na época dos dinossauros. De acordo com o pesquisador, “a área apelidada de Sítio das Aves é o lugar mais rico do Brasil em “quantidade e grau de preservação”. “Não há outro no país que possua essa quantidade de fósseis”, declarou.

Os fósseis de aves representam 90% das descobertas feitas no local, mas já foram encontrados materiais de outros animais, como de lagartos, anfíbios, crocodilos e dentes de dinossauros herbívoros e carnívoros, com data estipulada em até 80 milhões de anos.

Para o pesquisador, “o cercamento e o tombamento do local feito pela Prefeitura são importantes para preservar a área com fósseis muito relevantes para a ciência”.

A Prefeitura de Presidente Prudente tem garantido a preservação oficial do local de uma importante área tombada por meio de decreto municipal. Além das grades que já foram instaladas, o sítio também receberá calçamento. O Executivo local pretende realizar novas ações visando à conservação e a valorização da pesquisa paleontológica.

A expectativa é de disponibilizar um espaço para expor os materiais já coletados e as pesquisas feitas sobre os fósseis. Um dos possíveis locais seria o Centro Cultural Matarazzo.

Devido à importância do Sítio Paleontológico, a Prefeitura pretende também realizar a contratação de um paleontológico.
O Sítio Paleontológico fica em Presidente Prudente, em uma área da Prefeitura, localizada entre o Parque dos Girassóis e o bairro São João.

SAIBA MAIS

Fóssil de ave extinta é encontrado em Prudente

Cercamento com alambrado visa proteger área de sítio paleontológico

Sítio paleontológico é tombado

Sítio paleontológico recebe novas escavações e aviso de tombamento

Veja também