SP anuncia vacinação contra Covid-19 para idosos de 65 a 67 anos ainda neste mês

Objetivo é que os de 67 comecem a ser imunizados no dia 14 e os de 65 e 66, no dia 21; esquema depende da chegada das doses da Fiocruz nesta semana

REGIÃO - DA REDAÇÃO

Data 07/04/2021
Horário 15:13
Foto: Governo estadual
Ampliação da campanha de vacinação está prevista para as próximas semanas
Ampliação da campanha de vacinação está prevista para as próximas semanas

O governador João Doria (PSDB) anunciou nesta quarta-feira a ampliação da campanha de vacinação contra a Covid-19 para idosos com idade entre 65 e 67 anos ainda em abril.

O novo grupo totaliza 1,11 milhão de pessoas. O avanço da campanha depende da chegada das vacinas da Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz) ainda nesta semana para êxito no cronograma definido pelo PEI (Plano Estadual de Imunização). O objetivo é iniciar a vacinação de pessoas de 67 anos (350 mil pessoas) no próximo dia 14. Uma semana depois, no dia 21, outras 760 mil pessoas com 65 e 66 anos poderão receber a primeira dose.

"Tenho visitado postos de vacinação pela manhã, logo na abertura, e a cada vez fico mais sensibilizado ao ver pessoas de mais idade sendo vacinadas, felizes e alegres. São pessoas que querem viver e estar protegidas com a vacina", afirmou o governador.

"Agora a vacinação está avançando para as pessoas de 65, 66 e 67 anos e vamos continuar impulsionando o máximo possível, com a vacina do Butantan e outras que puderem ser adquiridas pelo Ministério da Saúde", reforçou Doria.

Nesta quarta, São Paulo ultrapassou a marca de 7 milhões de doses já aplicadas na população do Estado. Às 12h45, o Vacinômetro marcou 7.026.192 doses, somando 5.157.980 de primeira dose e 1.868.212 da segunda, o que significa que mais de 1,8 milhão de pessoas já estão com o esquema vacinal completo.

Os resultados incluem novos públicos integrados à campanha em abril: os idosos de 68 anos, desde o dia 2, além dos profissionais das forças de segurança que atuam em São Paulo e começaram a ser vacinados na última segunda. Na próxima segunda, o cronograma inclui os trabalhadores da educação básica de escolas públicas e privadas a partir de 47 anos.

"Como disse o governador, é a vacinação chegando ao braço de quem realmente precisa e da população mais vulnerável à doença", declarou a coordenadora geral do Programa Estadual de Imunização, Regiane de Paula.

Todas as pessoas que integram os públicos da campanha podem acessar o site Vacina Já (vacinaja.sp.gov.br) para confirmar o pré-cadastro. O preenchimento do formulário leva de um a três minutos e economiza até 90% do tempo de atendimento nos postos de vacinação. O pré-cadastro não é obrigatório, mas facilita o trabalho dos profissionais da saúde e beneficia a população atendida.

Vacina do Butantan

Na manhã desta quarta, Doria participou da entrega de mais 1 milhão de doses da vacina do Instituto Butantan contra o coronavírus para o Brasil, totalizando 38,2 milhões fornecidas ao PNI (Programa Nacional de Imunizações). A cada 10 vacinas utilizadas no país, pelo menos oito são do Butantan.

O montante já distribuído representa 83% das 46 milhões de doses contratadas pelo Ministério da Saúde até o final de abril. O Butantan trabalha para entregar outras 54 milhões de doses até o dia 30 de agosto, totalizando 100 milhões de vacinas.

Veja também