Tamanduá-mirim aparece em chácara em Álvares Machado

A espécie, que se alimenta de insetos, como formigas e cupins, foi encontrada no dia 22 deste mês; depois de resgatado o animal foi entregue na Cidade da Criança

REGIÃO - WEVERSON NASCIMENTO

Data 29/09/2020
Horário 08:15
Cedida - Tamanduá-mirim foi encontrado em chácara em Machado Cedida - Tamanduá-mirim foi encontrado em chácara em Machado Imagem: Cedida - Tamanduá-mirim foi encontrado em chácara em Machado

No dia 22 deste mês, uma chácara em Álvares Machado recebeu uma visita ilustre, um tamanduá-mirim (tamandua tetradactyla). A espécie, que se alimenta de insetos, como formigas e cupins, foi encontrada no período da manhã, certamente, procurando por alimentos, conforme descreve o proprietário do local, Cirilo Cesar da Silva. De acordo com informações do 14º Grupamento de Bombeiros, em Presidente Prudente, depois de resgatado, o animal foi entregue na Cidade da Criança, em Presidente Prudente.
Cirilo explica que nos arredores da sua chácara tem uma espécie de mata preservada, local onde possivelmente o animal reside, mas, no dia em questão, ele foi encontrado próximo à residência. “Por volta das 6h, o cachorro latiu, foi quando notamos o tamanduá em cima de um pé de amora”, relembra. Após o encontro, prontamente entrou em contato com a equipe do Corpo de Bombeiros, que se dirigiu até o local para o resgate. 

Resgate do tamanduá

Segundo o biólogo André Gonçalves Vieira, diretor de Política Ambiental da Semea (Secretaria Municipal de Meio Ambiente), de Presidente Prudente, o animal, que é encontrado em várias regiões da América do Sul, é arborícola, ou seja, gosta de árvores. No entanto, também se locomove no solo para se alimentar e descansar. “A espécie se alimenta de insetos como formigas e cupins, e ataca ninhos de abelhas para consumir o mel”, descreve.
Mesmo visitando o local, o biólogo reforça que não é comum a espécie frequentar ambientes com a presença humana. “Eles são cautelosos devido serem presas fáceis de outros animais e, geralmente, a presença humana relaciona a cães”, explica. “Ele, possivelmente, estava à procura de alimentos e acabou se aproximando da residência, algo que não é comum”, complementa o biólogo.
Na tarde de ontem, outro animal deu as caras, mas, desta vez, na área urbana. A espécie conhecida como ouriço-cacheiro (coendou prehensilis) foi encontrada por uma moradora do bairro Jardim Cobral, em Presidente Prudente. Após ser resgatado pela equipe da Semea, o animal foi solto em uma área de preservação ambiental. 

SERVIÇO
Em Prudente, os moradores que encontrarem animais silvestres em suas residências ou em condições de riscos, podem entrar em contato com a Semea (Secretaria Municipal de Meio Ambiente) pelo telefone (18) 3906-5275, bem como a Polícia Militar Ambiental e o Corpo de Bombeiros, pois são animais silvestres protegidos pela Lei Federal 5.197, de janeiro de 1967, que dispõe sobre a proteção à fauna e dá outras providências.

Foto: Cedida

ouriço-cacheiro foi encontrado na área urbana de presidente prudente
Ouriço-cacheiro estava no bairro Jardim Cobral, em Presidente Prudente

Veja também