Tecnologia a serviço do 12° Enetec: evento será digital 

Encontro Nacional de Educação Tecnológica, por conta da Covid-19, ocorrerá em ambiente exclusivamente virtual e trará o tema: “O papel das tecnologias educacionais em tempo de pandemia”

PRUDENTE - MARCO VINICIUS ROPELLI

Data 19/09/2020
Horário 09:21
Cedida - Até ano passado, evento ocorreu no formato presencial, no teatro César Cava 
Cedida - Até ano passado, evento ocorreu no formato presencial, no teatro César Cava 

O Grupo VisualClass, a Unoeste (Universidade do Oeste Paulista) e a Prefeitura de Presidente Prudente preparam a 12ª edição do Enetec (Encontro Nacional de Educação Tecnológica), que será pela primeira vez realizado de forma virtual, em virtude da pandemia da Covid-19. O tema desse encontro não poderia ser outro: “O papel das tecnologias educacionais em tempo de pandemia”. 
O presidente da comissão organizadora do evento, Celso Tatizana, 57 anos, afirma que a situação que a educação se encontra hoje, na forma presencial remota, vai ao encontro das discussões que ele sempre protagonizou, relacionadas à tecnologia. “Nós pensamos em convidar especialistas que lidam com educação tecnológica. Antes da pandemia, o ensino à distância era desvalorizado, era coadjuvante. Agora, passou a ser protagonista, cresceu em importância. Os palestrantes poderão discutir esta questão”, comenta Celso.

Palestrantes convidados

Celso afirma que o modelo remoto do 12° Enetec, com videoconferência para cerca de mil pessoas pelo software da Microsoft “Windows Teams”, e por meio de live no YouTube, proporcionará duas vantagens e uma desvantagem. Pelo lado bom, mais pessoas poderão acompanhar o evento, direto de seus aparelhos eletrônicos. Além disso terá fim o problema logístico e financeiro de trazer os melhores especialistas do assunto para Presidente Prudente, visto que os palestrantes participam com apenas um computador, uma câmera e um microfone. “Esta edição do Enetec será mais nacional que todas as outras”, destaca o organizador.
A única contrapartida, conforme Tatizana, é o fato de não poder contar com as apresentações de trabalhos transversais de alunos que abrilhantavam a cerimônia. Em compensação, Celso vê que, em aspectos de conteúdo, o digital “ não perde em nada” e se orgulha em apresentar os nomes já confirmados e o que está por confirmar. 
Para o evento, marcado para 7 de outubro, a comissão organizadora convidou e aguarda confirmação do servidor do MEC (Ministério da Educação), Alexandre Pedro, que está à frente da iniciativa do governo federal “Escola Conectada”, que leva serviços de internet a escolas públicas por todo o Brasil.
Já está confirmado o professor titular da UFPE (Universidade Federal de Pernambuco) e ex-secretário estadual de Educação de Pernambuco, Anderson Gomes, que ministrará a palestra “Projeto de acessibilidade da educação pública à internet - A última légua”. O projeto “A última légua”, desenvolvido pelo professor, visa levar internet à casa dos alunos (algo que se mostrou fundamental com o sistema presencial remoto implantado nas escolas por conta da quarentena).
Outro que já está confirmado é o professor     Luiz Sérgio, da UEA (Universidade do Estado do Amazonas), mestrando em tecnologia educacional por uma instituição dos Estados Unidos. Ele, um dos maiores especialistas do Brasil em ferramentas/softwares de ensino à distância, irá realizar o webinário voltada ao assunto. 
Por fim, dois estudos de caso serão feitos durante o Enetec. O primeiro, da própria organizadora, Unoeste, da qual, um representante irá falar sobre a experiência do ensino remoto e as expectativas do ensino híbrido, que será trabalhado enquanto os alunos retornam gradativamente às atividades. O outro contará com a presença do professor Afonso, coordenador de tecnologia da Prefeitura de Manacapuru (AM), que irá falar de um projeto pioneiro, que baseia todo o sistema de aulas remotas no uso do celular, visto que a cidade está localizada em uma região pobre e que os alunos têm poucos recursos eletrônicos. 

SERVIÇO
O Enetec ocorre no dia 7 de outubro, a partir das 8h30. É gratuito e não necessita de inscrição prévia. A programação de cada palestra, segundo Celso, ainda não está definida, mas todas as atualizações podem ser encontradas no site da empresa VisualClass: www.class.com.br. Neste endereço, o leitor encontrará, além das informações detalhadas de cada palestrante, os links para acesso à videoconferência, onde ocorrerá interação do público com o palestrante, e da live que será transmitida ao vivo no YouTube. Para quem não puder acompanhar ao vivo, todo o conteúdo ficará disponível no mesmo canal que o transmitir, conforme estiver informado no site citado. 

Fotos – Cedidas

12º enetec será online
Anderson trará a palestra: “Projeto de acessibilidade da educação pública à internet - A última légua”

12º enetec será online
Luiz Sérgio está entre os maiores especialistas em ferramentas de educação à distância do Brasil 

Veja também