Temporal causa danos em Martinópolis

Estragos foram registrados principalmente na Vila Alegrete, Conjunto Habitacional Hélio Nastari e área central; escola teve o pátio destelhado

REGIÃO - WEVERSON NASCIMENTO

Data 09/09/2021
Horário 15:10
Foto: Defesa Civil
Pátio da Escola Estadual Coronel João Gomes Martins ficou destelhado
Pátio da Escola Estadual Coronel João Gomes Martins ficou destelhado

Na noite de ontem, uma forte incidência de ventos e intempéries causou estragos em Martinópolis. Um dos locais impactados pela força da natureza foi a Escola Estadual Coronel João Gomes Martins, que teve o pátio destelhado. Os bairros Vila Alegrete, Hélio Nastari e a área central também foram afetados pelo temporal que atingiu o município.

O coordenador da Defesa Civil Municipal e diretor de trânsito, Danilo Souza, destaca que, nestas regiões, casas foram destelhadas pelo forte vento, contudo, não precisaram ser interditadas. 

Na cidade, o Departamento de Trânsito também sofreu danos com o temporal. O prédio, que fica instalado na área central, sofreu destelhamento e, consequentemente, um veículo da Defesa Civil Municipal foi atingido pelos destroços.

Neste momento, famílias que foram afetadas pelo temporal estão sendo assistidas e orientadas pela Secretaria Municipal de Assistência Social. 

Foto: Defesa Civil - Casas foram destelhadas pelo forte vento

Escola estadual

O vice-diretor da Escola Estadual Coronel João Gomes Martins, Aislan Silva Risso, por sua vez, destacou que os danos foram centralizados no pátio da unidade, sobretudo na cobertura. Contudo, apontou que não houve danos nas estruturas do prédio. “O temporal que afetou o local aconteceu por volta das 19h e, neste horário, a escola já não tinha mais alunos. Então, ninguém se feriu”, acrescentou. 

Na manhã de hoje, profissionais da Defesa Civil Municipal e do Corpo de Bombeiros interditaram o local e avaliaram as estruturas do prédio. Uma equipe de engenheiros da Diretoria de Ensino da Região de Presidente Prudente também seguiu até Martinópolis para avaliar os estragos, a fim de garantir uma retomada segura aos estudantes. Profissionais da FDE (Fundação para o Desenvolvimento da Educação) também irão ao local nesta tarde para identificar os danos e apontar os reparos necessários.

Diante do ocorrido, as aulas presenciais foram suspensas na escola estadual, e a previsão é que retomem somente nesta sexta-feira. Neste período, os estudantes seguirão com as atividades escolares de forma remota, por meio do Centro de Mídias-SP. 

Foto: Defesa Civil - Estragos na Escola Estadual Coronel João Gomes Martins

Foto: Defesa Civil - Estragos na Escola Estadual Coronel João Gomes Martins

Foto: Defesa Civil - Estragos na Escola Estadual Coronel João Gomes Martins

Alerta de tempestade

Na tarde de hoje, um alerta emitido pelo Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia do Brasil) detalhou perigo de tempestade, queda de granizo e ventos intensos de 40 a 60 km/h para a região. 

O coordenador da Defesa Civil Municipal orienta que, diante de qualquer tipo de intercorrência, os moradores podem entrar em contato com o órgão por meio dos telefones 3275-1605 e 99618-1031. Ele acrescenta que o Corpo de Bombeiros e a Polícia Militar também atuam nestas ocorrências. 

Veja também