Trailer de “Aurora” pode ser conferido na internet

Resultado de um projeto de extensão universitária, documentário conta história de luta e superação de Walleria Suri, mulher transgênero e deficiente visual

VARIEDADES - ROBERTO KAWASAKI

Data 10/02/2021
Horário 03:34
Foto: Divulgação
Gravações foram realizadas em Prudente, de março de 2019 até o final do ano
Gravações foram realizadas em Prudente, de março de 2019 até o final do ano

“O propósito da nossa vida é buscar quando a gente pode melhorar o mundo como um todo”. A afirmação é da prudentina Walleria Suri Zafalon, personagem central do documentário biográfico "Aurora". O trabalho apresenta a história de vida e luta da mulher transgênero e deficiente visual, reconhecidamente militante e ativista pelos direitos humanos. Ainda sem data para estreia, o trailer já foi disponibilizado na última semana de janeiro, em alusão ao Dia da Visibilidade Trans. 
Desenvolvido pela Escola de Comunicação & Estratégias Digitais da Unoeste (Universidade do Oeste Paulista), o documentário tem o objetivo de promover o debate sobre a importância de se refletir em sociedade acerca de temas que precisam ser superados, como a exclusão, transfobia e preconceito - atitudes que, nas palavras dos participantes da obra, “limitam o exercício da cidadania plena de pessoas como Suri, uma mulher que não se acomoda diante das normas sociais impostas”.
“Me senti honrada e com uma responsabilidade bem grande”, afirma Walleria ao lembrar de quando foi convidada para o projeto. “O trabalho foi feito com muita seriedade e cuidado para levar a mensagem que agregasse e mostrasse o olhar positivo e dinâmico da pessoa com deficiência, transgêneros”, explica. As cenas foram gravadas em Presidente Prudente a partir de março de 2019 até o final do ano, em eventos, atividades e palestras frequentados por Walleria. “Foi um registro do meu cotidiano”, lembra. 
Sempre à frente das lutas das minorias, a prudentina carrega consigo a ideia de fazer a diferença por onde passa. “Um dia você está feliz, no outro triste. Quando vejo pessoas na rua pedindo esmolas, ou agredidas, segregadas, me dói muito! O sofrimento do outro me dói, e é isso que me motiva a continuar lutando. Sei que não vou conseguir nunca mudar o mundo, mas me sinto bem comigo mesma”, expõe Suri. 

Pontapé para o trabalho

"Aurora" é resultado de um projeto de extensão universitária. A produção do filme foi realizada com a participação de nove alunos e cinco professores dos cursos de Jornalismo, Fotografia, Design e da pós-graduação em Cinema e Produção Audiovisual da Unoeste. O professor universitário Luiz Dale, um dos diretores do filme, conta que a história de superação de Walleria deu o pontapé para o trabalho. 
“Conheci a Suri numa preparação para professores da Unoeste, onde ela foi dar palestra sobre inclusão. A partir dali, brotou uma sementinha em mim e no professor Lucas. Entramos em contato com ela, apresentamos a ideia e ela topou”, lembra. Além de trabalhar o assunto inclusão, o projeto também trata de questões como o preconceito e exclusão. 

Cenas contêm audiodescriação

Um diferencial deste projeto é que ele tem audiodescrição, de modo que todas as imagens que aparecem na tela são descritas por voz, a fim de garantir acessibilidade para os deficientes visuais – ideia que Luiz considera “um grande desafio”. Para isso, conta com o apoio da Associação Filantrópica de Proteção aos Cegos de Presidente Prudente, que auxilia no roteiro da audiodescrição. “A Unoeste já fez trabalhos com audiodescrição, não sei se para um documentário longo do jeito que está ficando”, expõe Luiz.
O filme também tem a participação de integrantes do Coletivo Cultural Galpão da Lua, em uma cena circense – momento lúdico que remete ao sonho de Walleria que, antes de perder totalmente a visão, gostaria de se fantasiar de palhaça como forma de mostrar a “liberdade plena” por trás da pintura facial e das roupas coloridas. 
“Aurora” está em fase de pós-produção e ainda não tem uma data para lançamento. No entanto, a equipe espera que ela ocorra em um ato simbólico no Teatro César Cava , seguindo os protocolos sanitários. “Quanto tivermos a data, iremos relançar o trailer com a data oficial para que todos fiquem espertos e compareçam”, saLuiz Dale

SAIBA MAIS
O link do trailer de Aurora pode ser acessado em https://youtu.be/rCL18PTZxkk.

FICHA TÉCNICA 
Produção: Ana Caroline Nezi, Camila Araujo, Larissa Biassoti, Matheus Honório
Roteiro: Ana Caroline Nezi, Dimitri Stocker, Matheus Rodolpho
Direção de fotografia: Dimitri Stocker e Matheus Rodolpho
Imagens: Camila Araujo, Larissa Biassoti, Matheus Honório
Captação de som: Camila Araujo, Matheus Honório
Edição de imagens: Ana Caroline Nezi e Carlos Shirosawa
Edição de som: Ana Caroline Nezi
Iluminação: Dimitri Stocker e Matheus Rodolpho
Storyboard: Matheus Rodolpho
Produção gráfica: Carla Batista, Thayná Cavalari
Texto e narração: Walleria Suri
Audiodescrição: Andreia Figueira, Blanda Robles, Deborah Zadusk, Denise Gregory Trentin, Eliete Margutti, Luiz Carlos Souza da Silva, Mariangela Fazano Amendola
Revisor de audiodescrição: Luiz Carlos Souza da Silva
Supervisão de roteiro: Luiz Dale e Lucas do Carmo Dalbeto
Supervisão de fotografia: Thomas Aguilera
Supervisão de pós-produção: Thaisa Bacco
Supervisão de produção gráfica: Lucas do Carmo Dalbeto
Direção: Luiz Dale e Thomas Aguilera

Foto: Divulgação 

Cena circense resgata um sonho de Walleria Suri



 

Veja também