Unoeste contribui com ações de fomento ao turismo em Guarujá

Durante fórum para debater o segmento, universidade assume o compromisso de qualificação de mão de obra

PRUDENTE - DA REDAÇÃO

Data 21/10/2020
Horário 11:40
Reprodução - Painel de debate do fórum com a participação da representante da Unoeste, a doutora Alba Arana
Reprodução - Painel de debate do fórum com a participação da representante da Unoeste, a doutora Alba Arana

Mediante a mobilização de vários segmentos são desenvolvidas ações para profissionalizar o turismo e fazer de Guarujá um case de sucesso mundial. Dentre as propostas mais recentes está a da preparação de mão de obra para atuar com eficácia neste segmento, no que a Unoeste (Universidade do Oeste Paulista) propôs instalar em seu campus local o curso de Gestão em Turismo. Iniciativa bem recebida pelos participantes do 4º FT&G – Fórum de Gastronomia e Turismo que está acontecendo esta semana, iniciado na segunda-feira e que vai até sexta-feira.

O evento de iniciativa do Grupo T&G – Grupo de Mídia, Setur (Secretaria de Turismo) e Prefeitura de Guarujá é realizado pelo Convention and Visitors Bureau – Visite Guarujá, tendo neste ano a condição de estar inserido no calendário oficial do município e de ser desenvolvido, pela primeira vez, totalmente on-line.

Também pela primeira vez tem a participação da Unoeste, representada pela doutora Alba Regina Azevedo Arana, coordenadora do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Meio Ambiente e Desenvolvimento Regional, que oferta mestrado e doutorado.

Proteção ambiental 

O painel de debate da noite do primeiro dia envolveu duas temáticas relacionadas ao turismo: a ambiental e a do idoso.

O coronel João Leonardo Mele falou sobre as áreas de proteção ambiental e os benefícios para o turismo, incluindo os desafios de sustentabilidade na Mata Atlântica no município.

As gerontólogas Aurea Barroso e Eva Bettine discorreram sobre a importância do turismo para o idoso e a necessidade das políticas públicas para atender às necessidades de atenção para esse público. Ao final das três falas, as temáticas foram discutidas com as participações de debatedores.

Foi nessa condição que Alba expôs que a população mundial está envelhecendo e que nessa faixa etária é grande consumidora de turismo, proporcionando expressivo fluxo econômico ao estar preocupada com a melhor qualidade de vida. Diante do que, no seu entendimento, é primordial entender o turismo como aliado à saúde mental do idoso, assim como é fundamental ter o alcance sobre as políticas públicas para esse segmento no município.

Outra preocupação é com a sustentabilidade relacionada ao turismo ecológico: a de preservação ambiental.

Profissional qualificado

Notadamente, para contemplar as questões ambientais há a necessidade de se ter o profissional qualificado para trabalhar com essa população. Para a doutora, o grande desafio é articular as relações inseridas nesse contexto para que Guarujá possa atrair cada vez mais o público da terceira idade, oferecendo qualidade de vida e gerando receita aos cofres públicos.

A pesquisadora vinculada à Unoeste e com vivências internacionais também se comprometeu com a criação de grupo multicêntrico para trabalhar todas essas questões.

Os comprometimentos assumidos pela Unoeste foram com o aval do pró-reitor Acadêmico, doutor José Eduardo Creste. A presidente do Visite Guarujá, Maria Laudenir Oliveira, mas conhecida como Lau, disse da felicidade de receber a contribuição da Unoeste com a proposta do curso de Gestão em Turismo, além de fazer parte da mobilização em busca da cooperação de todos, inclusive dos moradores e visitantes.

A universidade mantém em funcionamento o seu campus de Guarujá deste o ano passado, com a Faculdade de Medicina instalada no Hospital Santo Amaro.

Cada vez mais avançado

A sede própria do campus, em construção na Praia da Enseada e com 16 mil m², será inaugurada no meio do ano que vem. A Unoeste está cada vez mais inserida na vida de Guarujá, como ocorre agora com o fórum turístico e gastronômico que na abertura teve a participação da iniciativa privada com Rubens Marcon, Joselino Torres e Wilmar Calomino, do Grupo Mídia – jornal, rádio e TV digital; e do poder público municipal na pessoa do prefeito Válter Suman e do secretário municipal do meio ambiente, Sidnei Aranha.

Dentre os vários parceiros, consta a Associação dos Cuidadores de Idosos da Região Metropolitana de São Paulo (Acirmesp). Para o presidente do Instituto de Segurança Socioambiental (ISSA), João Carlos Mele, que trabalha para garantir que 48% do território de Guarujá seja Área de Proteção Ambiental (APA), o fato de o fórum colocar o ser humano no centro da questão ambiental, proporciona ao evento uma transversalidade que não poderia ser imaginada no início dos trabalhos que em tempos de debates remotos tem transmissão no canal que o Visite Guarujá mantém no YouTube.

Veja também