Publicidade

VEM informa nebulização no Planalto, Santa Mônica e São Bento

Segundo a supervisora da VEM, é de "extrema importância" que os moradores recebam os agentes para efetiva realização do trabalho.

PRUDENTE - DA REDAÇÃO

Data 10/02/2020
Horário 19:03
Área quatro é a que mais registra casos positivos de dengue Foto: Área quatro é a que mais registra casos positivos de dengue

A Secretaria Municipal de Saúde, por meio da VEM (Vigilância Epidemiológica Municipal), informa que amanhã, a partir das 9h, haverá nebulização costal na área quatro de Presidente Prudente, que é a que mais registra casos positivos de dengue, sendo 39 confirmações do total de 144.

Conforme a VEM, o trabalho, que mata o mosquito Aedes Aegypti na fase adulta, será realizado nos jardins Planalto, Santa Mônica e São Bento. No dia, serão quatro máquinas e oito trabalhadores. Segundo a supervisora do órgão, Elaine Bertacco, é de "extrema importância" que os moradores recebam os agentes para efetiva realização do trabalho.

Os munícipes devem seguir orientações como: deixar as casas com portas e janelas abertas, inclusive cortinas e portões eletrônicos; retirar roupas do varal; cobrir alimentos e bebedouros de animais; e deixar os animais domésticos em locais fechados. Além disso, crianças, pessoas alérgicas e acamadas deverão ficar em locais fechados por cerca de 30 minutos após a realização do trabalho.

 

ORIENTAÇÕES IMPORTANTES

Elaine explica que durante o atendimento médico em uma unidade de saúde, relacionado a casos de dengue, é importante que o paciente informe o endereço correto, uma vez que é através do mesmo que é programado o BCC (Bloqueio do Controle de Criadouros) e, posteriormente, se confirmado o caso, a nebulização.

“Ainda nos deparamos com muitos pacientes informando o endereço errado, o que dificulta a realização do serviço”, pontua, acrescentando que o inseticida recebido pela VEM é em pequena proporção. “Gostaríamos de nebulizar a cidade toda, mas infelizmente não há inseticida suficiente, por isso vamos à área prioritária. É importante lembrar de fazermos a tarefa diária para que o mosquito não nasça”, conclui. 

Veja também