Publicidade

Vendedores de água faturam com calor intenso

PRUDENTE - PEDRO SILVA

Data 07/11/2019
Horário 09:13
Jean Ramalho - Guilherme comenta que a venda das águas nesse período de calor ajudou a melhorar seu faturamento Foto: Jean Ramalho - Guilherme comenta que a venda das águas nesse período de calor ajudou a melhorar seu faturamento

O calor pode ser incômodo para alguns, porém, existem aqueles que não podem se queixar das altas temperaturas: os vendedores ambulantes de água. A hidratação é extremamente importante para o corpo humano, principalmente nesse período do ano, com expectativas de temperaturas chegando à casa dos 35ºC. Itamar Cristiano Lima de Melo, já famoso vendedor de água em Presidente Prudente, comenta que suas vendas são sempre constantes, mas que o calor o ajuda.

 “Eu sempre vendo o mesmo tanto todos os dias, mas hoje [terça-feira], por exemplo, por causa do calor, nem são 15h30 e eu já estou no final do meu estoque, só me falta vender mais três garrafas”, expõe Itamar. Ele é conhecido por sempre estar de bom humor, ser educado com seus clientes, vestir roupas de gala e tocar música para todos nos semáforos onde atua.

MUDANÇA DE

ESTRATÉGIA

“Antes nós só vendíamos pão, mas por conta do calor, começamos a vender água também”, declara Guilherme Camargo Andrade, enquanto o sinal estava verde para a circulação dos carros. O ambulante declara que, por dia, em média vende 36 garrafas de água, e que por vezes precisa comprar mais para suprir as necessidades. Guilherme trabalha com mais duas pessoas, que são responsáveis pela venda de pães sem lactose, e diz que a água ajudou na renda final.

Veja também