Vestibulinho das Etecs tem 1.010 vagas para cursos técnicos na região

Inscrição para processo seletivo do segundo semestre vai até as 15h do dia 6 de junho e deve ser feita exclusivamente pela internet

REGIÃO - DA REDAÇÃO

Data 02/06/2022
Horário 14:25
Foto: Gastão Guedes
Avaliações acontecerão de forma presencial, com aplicação de provas, no dia 3 de julho
Avaliações acontecerão de forma presencial, com aplicação de provas, no dia 3 de julho

Estão abertas as inscrições para o vestibulinho das Etecs (Escolas Técnicas) para o segundo semestre de 2022. São 1.010 vagas para cursos técnicos na região de Presidente Prudente. A inscrição para o processo seletivo vai até as 15 horas do dia 6 de junho e deve ser feita exclusivamente pela internet. O valor da taxa é de R$ 39. A prova será aplicada no dia 3 de julho, de forma presencial.

As vagas estão distribuídas entre as cidades de Adamantina, Dracena, Narandiba, Osvaldo Cruz, Presidente Prudente, Presidente Venceslau, Taciba e Teodoro Sampaio. São mais de 15 opções de cursos na região, com duração de três ou quatro semestres (confira a relação de cursos e a disponibilidade de vagas no site do vestibulinho: vestibulinhoetec.com.br/unidades-cursos).

O interessado em concorrer a uma das vagas disponíveis no Vestibulinho das Etecs para o segundo semestre de 2022 deve ter concluído ou estar cursando o ensino médio, apresentando o certificado de conclusão ou a declaração de que está matriculado na segunda ou terceira série.

Ou, então, ter concluído ou estar cursando a EJA (Educação de Jovens e Adultos) ou o Encceja (Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos), sendo que, neste caso, o candidato deve ter o certificado de conclusão do ensino médio ou a declaração de que está matriculado, a partir do segundo termo da EJA ou dois certificados de aprovação em áreas de estudos da EJA/CEEJA, ou ainda o boletim de aprovação do Encceja enviado pelo MEC (Ministério da Educação) ou o certificado de aprovação do Encceja em duas áreas de estudos avaliadas.

Para o candidato que tenha realizado o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), até a edição de 2016, é preciso apresentar o certificado ou a declaração de conclusão do ensino médio, expedido por órgão competente.

As inscrições devem ser feitas, exclusivamente, no site www.vestibulinhoetec.com.br até as 15 horas do dia 6 de junho.

Basta preencher a ficha de inscrição disponível no menu “Área do candidato”, que deve ser acessada com o CPF (Cadastro da Pessoa Física) do candidato e senha de segurança. O preenchimento das informações é de responsabilidade do candidato ou de seu representante legal, quando menor de 16 anos.

Após o preenchimento das informações, é preciso imprimir o boleto bancário para o pagamento da taxa de R$ 39. O valor deve ser pago em qualquer agência bancária, via internet, por meio de aplicativo bancário ou ainda por meio da ferramenta disponível no site oficial do processo seletivo, com cartão de crédito, até o dia 6 de junho.

Para os candidatos que não têm acesso a computadores e internet, as Etecs de todo o Estado disponibilizarão os equipamentos para a realização da inscrição. O interessado deve entrar em contato com a unidade para saber datas e horários disponíveis, antes de ir ao local.

Mais informações sobre o preenchimento da ficha de inscrição, documentação necessária, disponibilidade de cursos e vagas de cada unidade podem ser conferidas na portaria do Vestibulinho e no Manual do Candidato, disponíveis no site.

Inclusão social

O candidato com deficiência que necessite de condições especiais para realizar a prova deverá indicá-la na ficha de inscrição eletrônica e, também, encaminhar o laudo médico, emitido por especialista, descrevendo o tipo e o grau da necessidade, através de link específico na Área do Candidato, impreterivelmente, até as 15 horas do dia 6 de junho.

O candidato transgênero que desejar ser tratado pelo nome social deverá informar o nome social completo no ato da inscrição, no campo específico para tal. Caso não seja informado o nome social no ato da inscrição, não será possível solicitar a inclusão posteriormente. Também é preciso enviar durante o preenchimento da ficha, via upload, imagem do RG (frente e verso) e uma foto 3x4 recente.

O Sistema de Pontuação Acrescida do Centro Paula Souza concede acréscimo de pontos à nota final obtida no exame, sendo 3% a estudantes afrodescendentes e 10% a quem tenha estudado, integralmente, da quinta a oitava série ou do sexto ao nono ano do ensino fundamental na rede pública. Se o candidato estiver nas duas situações recebe 13% de bônus.

Cabe ao candidato verificar na portaria se tem direito à pontuação acrescida, porque a matrícula não poderá ser realizada e a vaga será perdida se as informações não atenderem às condições estabelecidas em sua totalidade.

Veja também