Viabilidade de tornar ESF 24h requer estudo, diz Prefeitura

PRUDENTE - ANDRÉ ESTEVES

Data 20/11/2016
Horário 08:34
 

Apesar de ser afastado de outros bairros do município e ainda carecer de alguns estabelecimentos necessários, como agências bancárias e farmácias, o que requer o deslocamento dos moradores para outros locais da cidade, o Morada do Sol tem todos os serviços a fim de garantir os direitos e bem-estar da população, como ESF (Estratégia Saúde da Família), área de lazer, escola e creche. "Para um bairro pobre, estamos bem abastecidos", aponta o aposentado Valdecir Francisco Santos, 75 anos.

Jornal O Imparcial Luzia de Jesus, sobre posto 24h: "Facilitaria nossas vidas"

O atendimento na ESF também é elogiado, bem como a distribuição dos remédios, contudo, para a aposentada Luzia Barbosa de Jesus, 61 anos, falta maior assistência domiciliar. "Tem vezes que a equipe não quer ir até a nossa casa. Antes de meu marido morrer vítima de câncer, ele precisou que alguém fosse até lá e não foi respondido", lamenta a moradora. Para ela, uma boa medida seria transformar a ESF em uma unidade 24 horas, com o objetivo de atender a população local durante a noite e madrugada. "Moramos longe. Um posto 24 horas facilitaria as nossas vidas em caso de uma emergência", opina.

De acordo com a Secom (Secretaria Municipal de Comunicação), o modelo de atenção das Estratégias de Saúde da Família é voltado para a prevenção e promoção da saúde no território ao qual está inserida, sendo as visitas domiciliares feitas regularmente pelos ACS (Agentes Comunitários de Saúde), que são responsáveis pelo acompanhamento das famílias. "As visitas dos técnicos, como auxiliares de enfermagem, enfermeiros e médicos, são realizadas a pacientes acamados sem condições de caminhar ou quando ocorre uma necessidade apontada pelo ACS que acompanha a família", esclarece.

Quanto à viabilidade de tornar a ESF uma unidade 24 horas, a pasta explica que a estratégia não é um Pronto-Atendimento e que a mudança no atual modelo de atendimento envolve todo um estudo técnico e financeiro para adequação do prédio e funcionários. "Além disso, Prudente oferece atendimento às urgências e emergências nos Pronto-Atendimentos", salienta. A Secom pontua que a ESF Morada do Sol funciona de segunda a sexta-feira, das 7h às 17h, com o esquema de trabalho definido conforme a Portaria 2.488/2011 e protocolos instituídos pelo Ministério da Saúde e Secretaria Municipal de Saúde.

 

Assistência social

O Morada do Sol conta uma unidade do CRAS (Centro de Referência em Assistência Social), que também atende ao Francisco Belo Galindo, distritos e chácaras da zona norte e, recentemente, ao Conjunto Habitacional João Domingos Netto, mas, de acordo com a equipe técnica, este último ainda com precariedade de serviços. A unidade tem uma média mensal de 350 atendimentos familiares, sendo 100 famílias acompanhadas pelo PAIF (Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família) e 79 crianças e adolescentes que participam diariamente das atividades socioeducativas do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos.

Ainda segundo a equipe técnica, os funcionários trabalham dentro de uma perspectiva de garantia de direitos, sendo o Cras, muitas vezes, o articulador para que a comunidade tenha acesso às demais políticas públicas. A unidade promove a inclusão nos programas sociais e de transferência de renda, como o Bolsa Família, acompanhando as famílias em maior vulnerabilidade social. "A nossa compreensão de pobreza é que ela tem origem multidimensional, ou seja, não é determinada apenas pela ausência de renda. Sendo assim, para que seja superada, todas as demais políticas públicas precisam avançar juntas, garantindo o acesso à saúde, educação, habitação, esportes, lazer, cultura e emprego", explana. "O nosso bairro possui um histórico de muita luta e conquista desses direitos e ainda muito precisamos avançar", complementa.

 

Veja também