Você usa suplemento nutricional?

Esportes - Jair Rodrigues Garcia Júnior

Data 12/12/2019
Horário 04:55

Você realmente necessita de suplementos nutricionais? Seu treinamento realmente requer adicionais à dieta? Quem lhe prescreveu foi um(a) nutricionista? O uso de suplementos não é apenas uma “identidade de grupo”? Aquele desejo de ser igual aos demais da academia que comentam e usam de suplementos nutricionais, boa parte sem saber o que e para que.

DIETA FAZ A DIFERENÇA

A dieta adequada deve fornecer carboidratos, proteínas, gorduras (boas), fibras, vitaminas, minerais e água na proproção de seu gasto, seja você sedentário, fisicamente ativo ou atleta. Portanto, ajuste sua dieta da melhor forma, caso pratique exercícios, mesmo que sejam pesados. Faltando na dieta, dificilmente os suplementos nutricionais vão compensar, a não ser em casos específicos sob supervisão de profissional experiente.

É A GENÉTICA

Aquela pessoa bem forte da academia ou o corredor bem resistente na rua, certamente não chegaram neste nível em razão dos suplementos nutricionais. São frutos da genética, treinamento e alimentação adequada. Sem que a genética seja favorável para a atividade que você quer se destacar, todo o treinamento, dieta, suplementos e até drogas (doping) vão lhe proporcionar evolução e desempenho num limite aquém daquele dos superatletas favorecidos pela genética.

E SUA RECUPERAÇÃO, COMO ANDA?

Podemos afirmar que o treinamento provoca o catabolismo, que são perdas em seu corpo. Durante a recuperação ocorre o anabolismo, que são compensação, adaptações e a supercompensação, com o aumento dos músculos. Portanto, é importante saber o tempo suficiente de recuperação para o corpo aproveitar ao máximo o estímulo do treinamento e nutrientes da dieta.

MARKETING PODEROSO

A “máquina de mercantilização da estética” está continuamente ligada e te traga facilmente. Ela quer você como consumidor, não importando aspectos racionais como a relevância da dieta, a prescrição por profissional, o uso no horário correto, a total falta de necessidade (para 80-90% dos usuários), os potencias efeitos prejudiciais à saúde e outros.

PRODUTO PARA POUCOS

Praticar treinamento na academia e já querer usar suplementos nutricionais é como praticar alpinismo, subir algumas vezes o Morro do Diabo (600m) e querer usar o mesmo equipamento que os alpinistas do Monte Everest no Nepal e do K2 no Paquistão (ambos com mais de 8600m) usam. Um pouco de pretenção, não é?

Saiba que o professor da academia não deve recomendar suplementos nutricionais. É antiético, antiprofissional e irresponsabilidade com o aluno.


 

 


 

 

Veja também