Cirurgião bucomaxilofacial produz clips para óculos de proteção

Profissional está produzindo

PRUDENTE - MARCO VINICIUS ROPELLI

Data 04/04/2020
Horário 06:19
Cedida - Clip se adapta a quaisquer óculos e nele se encaixa a placa protetora de acetato Foto: Cedida - Clip se adapta a quaisquer óculos e nele se encaixa a placa protetora de acetato

O espírito colaborativo cresce ao passo que a pandemia do novo coronavírus se aproxima. Há poucos dias, este diário noticiou o Projeto Higia, com as produções de máscaras em impressora 3D de filamentos. Hoje, o assunto ainda é colaboração e impressora 3D. O cirurgião bucomaxilofacial Thiago Freire Lima, 31 anos, está produzindo “clips shield”, estruturas de resina que se adaptam a quaisquer óculos (especialmente os de proteção), onde se encaixa placas de acetato (estrutura semelhante ao acrílico).

O projeto deste clip é brasileiro e vem da capital federal. O engenheiro de software Henrique Tostes, com quem Thiago costuma trabalhar em parceria, o desenvolveu e foi ele quem propôs que cirurgião os produzisse para a região. “Trabalho há cinco anos com cirurgia virtual e tenho as impressoras para imprimir biomodelos, os ossos do paciente, para aumentar a precisão de cirurgias guiadas de implantes sem cortes. Como durante esta pandemia não estou operando, minha resina estava sobrando, e não pode ficar muito tempo parada. Então, decidi fazer primeiro para amigos e alunos [ele dá aula em especialização], a ação foi ganhando repercussão, e resolvi fazer e doar para hospitais”, conta.

Thiago enfatiza que não é uma fábrica de produtos impressos em 3D, por isso tudo que faz é 100% gratuito, ainda que, por vezes, tenha que pagar do próprio bolso. Segundo ele, o par de clips custa em torno de R$ 15, sem contar os custos operacionais e a placa de acetato, que, por sua vez, foram doadas pela Ideia Embalagens. O cirurgião também buscou apoio de fábricas da resina e algumas estão enviando o material pelos Correios. Para se ter noção, um litro da resina para produção de 60 clips custa R$ 500.

DOAÇÕES A

HOSPITAIS

Até quinta-feira, Thiago já havia produzido 120 pares de clips e sua pretensão inicial é finalizar 300 pares, tendo em vista que dispõe de 300 acetatos de 25 x 30 centímetros. Thiago afirma que teve muita dificuldade para encontrar o material na espessura indicada, de 0,5 milímetro.

Ele lembra ainda que a máscara não substitui os EPIs (equipamentos de proteção individual), como máscaras n95 e óculos de proteção, mas atua com efetividade contra gotículas expelidas em tosses e espirros, que contêm o agente infeccioso. Além disso, os acetatos podem ser higienizados com álcool em gel 70% ou até trocados.

O cirurgião, que dispõe de duas impressoras, afirma que em cada uma, para produção de 11 clips, leva cerca de duas horas e trinta minutos. Enquanto segue o ritmo de produção, Thiago realizou entregas aos profissionais do Hospital Regional do Câncer de Presidente Prudente; na Santa Casa de Misericórdia de Presidente Epitácio (onde a Loja Maçônica colaborou com as produções), e o fará também na Santa Casa de Misericórdia de Presidente Prudente.

SERVIÇO

Para colaborar com Thiago Freire Lima, procure por seu nome em sua página no Instagram.

Publicidade
eixosp

Veja também