Do sonho de alguns à transformação da realidade. José Ilário, presente!

OPINIÃO - RAUL BORGES GUIMARÃES

Data 22/05/2020
Horário 05:12

Era um domingo de chuvas intensas de novembro de 2016, quando visitei o Timburi pela primeira vez. No galpão ao lado da capela do bairro ocorria uma reunião com mais de 80 participantes para compreender a demanda de uma empresa que queria instalar um aterro sanitário naquele sítio histórico de Presidente Prudente. Foi quando conversei, pela primeira vez, com o senhor José Ilário Pasquini. Dadas circunstâncias inexplicáveis, quando percebemos, eu e ele já estávamos envolvidos na defesa da preservação do bairro do Timburi contra o nefasto projeto que representaria a destruição de uma das comunidades rurais mais antigas de Presidente Prudente, cuja história se confunde com a formação do próprio município.

Foram muitas reuniões, encontros, buscas de apoio de autoridades e mobilização da população local que acabou transformando o “Movimento de Defesa do Bairro do Timburi” em um movimento que ganhou apoio da cidade inteira. A audiência pública realizada em março de 2017 no auditório da Ordem dos Advogados do Brasil - Seção Presidente Prudente foi um marco desse processo. Havia ali mais de 300 participantes, desde representantes de entidades ambientalistas, promotores públicos, vereadores, líderes religiosos, professores universitários e pesquisadores, técnicos de órgãos públicos, jornalistas, e muitos moradores do campo e da cidade! Há poucos registros nos 100 anos de Presidente Prudente de reuniões de tamanha envergadura como esta que ocorreu naquele auditório...uma verdadeira lição de participação e de democracia.

José Ilário Pasquini foi o grande líder deste movimento. Desde as primeiras reuniões, ele demonstrou enorme capacidade de unir pessoas muito diferentes. E uma capacidade incomensurável de enxergar na frente dos acontecimentos. Era ele que dividia tarefas e que nos colocava na linha de frente. E, assim, do sonho de poucos, transformado em sonhos de todos, evitamos a continuidade da tramitação do projeto de aterro sanitário no bairro. Não contentes com isso, ajudamos a transformar o Timburi numa APA (área de preservação ambiental), que está em implantação.

Hoje (ontem) eu recebi a triste notícia da partida do nosso grande líder. Fico aqui com a tarefa que ele me atribuiu na última conversa que tivemos há dois meses na casa dele. José Ilário, eu vou fazer de tudo para fazer da APA do Timburi uma realidade. Farei isto em nome da sua amizade, da convivência respeitosa que construímos entre nós...Mesmo sendo pessoas muito diferentes em inúmeros sentidos - crenças religiosas, concepções político-partidárias, interesses culturais, etc; nossa parceria demonstrou que nada disso é obstáculo se colocarmos os interesses coletivos acima dos interesses particulares. Sim, a democracia é viável e absolutamente necessária!

Vai em paz amigo....por aqui, seus ensinamentos e exemplos ainda vão dar muitos frutos!

Veja também