Equipe de educadoras lança canal de contação de histórias acessível aos deficientes auditivos

Iniciativa surgiu da preocupação com a formação leitora e literária das crianças durante a suspensão das aulas, por conta da pandemia do Covid-19

PRUDENTE - Da Redação

Data 04/06/2020
Horário 17:08
Cedida - Grupo é formado por uma doutora em Educação, uma bibliotecária, duas pedagogas, uma beletrista e duas intérpretes de Libras Foto: Cedida - Grupo é formado por uma doutora em Educação, uma bibliotecária, duas pedagogas, uma beletrista e duas intérpretes de Libras

Em meados de março, quando foi decretado o isolamento social devido à pandemia do coronavírus, surgiu a preocupação com a formação leitora e literária das crianças que teriam as aulas suspensas. Desta forma, nasceu o canal "Quarantenados", por meio da iniciativa do grupo formado pela diretora do Ceforppe (Centro de Formação Permanente dos Profissionais da Educação de Presidente Prudente), Juliane Motoyama, a bibliotecária Aline Priscila Daura, as pedagogas Angelica de Lima, Cristina Pereira, Andreia Dalssas e Fernanda Diamante, além da beletrista Maria Luiza Morais, em encontro na biblioteca do Ceforppe/Seduc (Secretaria Municipal de Educação).

No canal, são postadas histórias semanais, além de vídeos com sugestões de leitura. As novidades não param de chegar, num esforço para levar cultura e literatura de qualidade para uma porcentagem cada vez maior da população. O canal ganhou o reforço de mais duas pedagogas que são intérpretes de Libras (Língua Brasileira de Sinais). O "Quarantenados" é um canal acessível aos deficientes auditivos.

No Brasil, há certa de 10 milhões de surdos, o que equivale a uma parcela de, aproximadamente, 5% da população. A igualdade é assegurada a esses cidadãos pela Lei Brasileira de Inclusão 13.146, de 6 de julho de 2015 que obriga as empresas e órgãos governamentais a fazer a divulgação de conteúdos acessíveis. Como nem toda população surda compreende o português escrito tradicionalmente, é importante que eles tenham acesso ao conteúdo através da Libras.

E com é com base nesse direito que o "Quarantenados" atualmente produz vídeos com janela de Libras. Para conhecer a iniciativa, clique aqui.

Publicidade
eixosp

Veja também