Publicidade
eixosp

GloboNews e CNN estão trazendo de volta os debates políticos à TV

COLUNA - Canal 1

Data 08/05/2020
Horário 08:44

Em 1978, moleque ainda, fui colocado como diretor de um programa na TV Record, que a princípio seria de variedades, mas se especializou em debates políticos e isso ainda em plena ditadura militar.

Mediado por Ferreira Netto, por lá passaram nomes como Mário Covas, Luís Carlos Prestes, Leonel Brizola, Jânio Quadros, Fernando Henrique Cardoso, Ulysses Guimarães, Franco Montoro, Paulo Maluf, Luiz Inácio da Silva, que já era Lula, na ocasião presidente do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, além de tantos outros.

Uma dificuldade na ocasião, até pela existência de um tal CCC, Comando de Caça aos Comunistas, com suas ameaças de bombas e ações criminosas quase diárias. O programa era assim mesmo: debates todas as noites, ao vivo.

Outros acabaram surgindo depois, entre eles, o “Vamos Sair da Crise”, com Alexandre Machado na TV Gazeta.

Uma prática que, com o tempo, foi desaparecendo ou dando lugar para os programas de entrevistas ou talk-shows, inspirados nos formatos de fora. Alguém como convidado, uma banda e um pouco de graça.

Bom verificar que o antigo modelo, graças aos canais GloboNews e CNN Brasil, aos poucos está sendo resgatado. Nunca, nesses últimos anos, o momento político esteve tão propício para isso. Que venham mais.

 

TV Tudo

 

Sobre números

Novos estudos do Kantar Ibope demonstram que a audiência da TV segue estável.

Comparado com abril do ano passado, este último mês observou crescimento de 16%.

 

Assim como

De acordo com o mesmo levantamento, o tempo que as pessoas consomem televisão também aumentou, comparado ao mesmo período do ano passado.

Foi ampliado em 1h18min em relação a abril de 2019.

 

Mais surpreendente

O que mais chama atenção neste estudo é que a audiência da TV também está mais jovem.

Entre pessoas de 12 a 17 anos, o tempo à frente da televisão foi 1h31min a mais que abril do ano passado.

          

Outro dado

Foi constatado também que as conversas sobre o conteúdo da TV explodiram em março e abril nas redes sociais.

Foram sete vezes mais twetts em comparação ao último ano.

 

Foi difícil

A audiência do fim de tarde é sempre disputada ponto a ponto entre o “Cidade Alerta”, da Record, e o “Brasil Urgente”, da Band, programas com características muito próximas.

E foi muito mais, nesses últimos tempos, enquanto tiveram a forte concorrência de “Avenida Brasil” na Globo.  Até que conseguiram se sair muito bem.

 

Insistência

No SBT, e isso sempre foi assim, quanto maiores as críticas a alguma coisa, mais ela é mantida no ar.

A teimosia de agora atende pelo nome de WWE, a luta livre. Estava no sábado, foi colocada diariamente à tarde, depois voltou para o sábado e agora está de madrugada. Em nenhum deu resultado. Mas está lá.

 

 

Boas-vindas   

Agora não, porque a ordem é seguir fielmente as normas de confinamento social e trabalho remoto estabelecidas entre as partes, mas depois...

Será até natural a participação do pessoal da ESPN na programação do Fox Sports – e vice-versa.

 

A grande família

A preocupação em passar a mensagem que os dois canais, agora, são parte da mesma família, já está existindo. E que o espírito de união entre ESPN e Fox Sports será ainda mais reforçado internamente.

A Disney, informa-se, está decidida a não realizar nenhuma mudança repentina, da noite para o dia, em especial pelo momento da quarentena. Prioridade é manter equipes trabalhando de casa, em segurança.

 

Crédito/Edu Moraes

 

Tudo novo

A atriz e cantora Jeniffer Setti, que fez a prisioneira Nalva em “A Dona do Pedaço”, agora quer ser conhecida por Jey (foto).

Nessas condições, sem deixar de lado a dramaturgia, ela  está em um momento musical mais intenso, com o lançamento do seu novo clipe: “Eles Querem Saber”.

 

Tristeza

Ontem foi mais um dia daqueles. No Rio, a morte de Daisy Lúcidi, de tantos trabalhos na TV e no rádio. “Alô Daisy”, na rádio Nacional ficou no ar por mais de 45 anos.

E de Jerubal Garcia também, câmera dos bons e alguém que nasceu com a televisão brasileira, isso desde as primeiras transmissões esportivas da TV Tupi com Walter Abrahão.

 

Local

Será realizado nos estúdios da Record, em São Paulo, o programa que vai reunir Sabrina Sato (foto), Carioca e Ceará, quinta-feira, dia 14, às 22h30.

O trio vai mostrar os melhores momentos das lives da internet durante a pandemia.

 

Bate – Rebate

 

 

·       Muito boa essa: Fábio Piperno, do BandSports, sobre o cenário atual e os próximos tempos: vem aí um novo normal.

 

·       Millena Machado foi contratada para ser a mediadora dos painéis da revista Náutica...

 

·       ... A ideia é orientar autoridades, marinas, marinheiros, pescadores e turistas sobre o uso do mar para trabalho, transporte e lazer.

 

·       Fábio Porchat também aderiu de vez à onda das lives. Todo dia, no final da tarde, tem uma.

 

·       O “Zorra”, da Globo, vai continuar com os melhores momentos do programa, desde que ele mudou de formato...

 

·       ... Mas, todas as semanas, serão insertadas esquetes que o seu elenco passou a gravar em casa..

 

·       ... E também será assim, de casa, que Ingrid Guimarães vai estrear o “Além da Conta – Tem Wi-fi”, no GNT, terça-feira que vem.

 

·       Para os funcionários da Band foi disponibilizado o Programa de Apoio Pessoal...

 

·       ... Um programa que permite a todos assistência psicológica, financeira e jurídica.

 

 

 

c´est fini

Está prevista para este domingo a estreia da segunda temporada da série “Quem Vive Ali?”, no “Fantástico”, na qual o repórter Murilo Salviano visita lugares inóspitos e desconhecidos do País para conhecer e contar histórias das pessoas que vivem lá.

Ele gravou na ilha Montão do Trigo, no litoral paulista, onde moram cerca de 150 pessoas da mesma família. “Só pode viver ali quem nasceu ou se casou com um caiçara”, conta o repórter.

 

 

 

 

 

Veja também