HOMICÍDIO

Homem mata “amigo” e é preso tomando cerveja em bar

Polícia Civil afirma que ambos tiveram uma discussão na noite anterior, o que poderia ter contribuído para o crime

  • 08/08/2019 19:41
  • ROBERTO KAWASAKI - Da Redação

A Polícia Civil investiga as circunstâncias da morte de um servente de pedreiro, de 37 anos, esfaqueado na tarde de hoje, em Teodoro Sampaio. A facada atingiu a região do tórax. Ele foi socorrido para receber atendimentos médicos, mas morreu. O suspeito de cometer o crime, um auxiliar geral de 28 anos, foi preso em um bar, enquanto tomava cerveja.  Segundo a polícia, ambos tiveram um desentendimento na noite anterior.

João Paulo Tardin, delegado titular de Polícia Civil, explica que foi desferida uma única facada, que acertou o pulmão e o coração. Conforme a autoridade, uma testemunha relatou que instantes antes conversava com o autor e que a vítima caminhava pela rua do bairro. “Segundo a versão do autor, a vítima o teria agredido na noite anterior e, ao vê-la no bairro, foi questionar a situação. Nisso, a vítima o empurrou com a mão e ele foi pra cima, sacando a faca”, relata o delegado.

Testemunhas afirmam que a vítima tentou se defender dos golpes, mas não conseguiu. Após o crime, o acusado tomou rumo ignorado. Porém, com as qualificações passadas pela vizinhança, os policiais o localizaram no bar, não muito distante da cena do crime. Ele ainda não foi interrogado oficialmente, mas confessou o homicídio.

O indivíduo tem antecedentes criminais por tráfico e dívida por pensão alimentícia. Há pouco tempo, havia saído do sistema prisional. Tardin afirma que o homem “é extremamente frio” e que não demonstrou arrependimento no que fez. Ele passará a noite em cárcere na Cadeia Pública de Presidente Venceslau, onde aguardará audiência de custódia agendada para ocorrer amanhã, no Fórum de Teodoro Sampaio.