Idosos são mantidos em cárcere privado e ameaçados com faca pelo filho

Polícia Militar libertou o casal que estava preso em um quarto; foram apreendidos uma faca tipo peixeira e um facão

REGIÃO - ROBERTO KAWASAKI

Data 30/05/2020
Horário 18:48
Polícia Militar - Imóvel alvo da ação fica no centro de Dracena Foto: Polícia Militar - Imóvel alvo da ação fica no centro de Dracena

Na manhã de hoje, a Polícia Militar prendeu um homem de 40 anos que mantinha os pais em cárcere privado numa residência no centro de Dracena. O casal de idosos foi libertado.

A corporação relata que a equipe do 25º BPM/I (Batalhão de Polícia Militar do Interior) foi solicitada para ir ao imóvel, na Rua Marechal Rondon. No local, os policiais verificaram que a porta da casa estava trancada.

Até que uma mulher de 65 anos começou a pedir socorro pela janela de um quarto. Na ocasião, informou aos policiais que o filho a mantinha trancada no cômodo juntamente com o marido, de 76 anos.

Conforme a vítima, o homem tinha uma faca e ameaçava o casal.

Após tomar ciência da situação, os policiais solicitaram a quebra do vidro da porta que dá acesso ao corredor do sobrado, o que foi autorizado pela mulher. Diante disso, conseguiram entrar no quarto em que estavam todos trancados, inclusive, o filho.

Dentro da residência a vítima conseguiu achar uma chave e abriu a porta do imóvel.

De acordo com a Polícia Militar, o autor possuía com um corte no dedo indicador direito, “com bastante sangramento”. Foi dado voz de prisão em flagrante ao acusado, que foi socorrido pela unidade de resgate ao PAM (Pronto-Atendimento Municipal).

Segundo a polícia, a idosa estava emocionalmente abalada e também recebeu atendimentos médicos, sendo medicada e liberada. Já o autor permaneceu na santa casa, onde passaria por cirurgia no dedo.

No imóvel foram apreendidos uma faca tipo peixeira e um facão. Na Delegacia de Polícia Civil, a autoridade de plantão ratificou a prisão em flagrante por cárcere privado, violência doméstica e ameaça.

Como o homem estava no hospital, foi solicitado escolta policial.

O caso está sendo investigado.

Publicidade
eixosp

Veja também