COTIDIANO

Implantação de restaurante popular é conquista de todos os prudentinos

  • 02/08/2019 04:01

Vitória da população. Alguns dias depois de vetar a emenda do orçamento que priorizava a instalação do Bom Prato no município, o prefeito de Presidente Prudente, Nelson Roberto Bugalho (PTB), anunciou que o restaurante popular chegará ao município no início do ano que vem. A implantação da unidade já havia recebido o aval do Estado e agora dependia da municipalidade para ser viabilizado. Por enquanto, ainda não há a definição de um local que receberá a estrutura, mas, conforme informado na edição de hoje deste periódico, a administração já está atrás do espaço, que movimentará investimentos na ordem de R$ 500 ou R$ 600 mil por ano.

Assim que o restaurante popular entrar em funcionamento, serão ofertadas, de segunda a sexta-feira, 1,5 mil refeições, sendo 300 cafés da manhã pelo custo de R$ 0,50 cada, e 1,2 mil almoços por R$ 1 cada. Embora o número de pratos seja limitado, milhares de pessoas poderão desfrutar diariamente de um prato de comida balanceado, saudável e por um valor muito baixo, o que beneficia principalmente pessoas em situação de vulnerabilidade social.

Recentemente, publicamos que o município soma cerca de 200 pessoas em situação de rua, 58,85% a mais do que em 2016, quando a SAS (Secretaria Municipal de Assistência Social) contabilizava 130 pessoas nessa condição. Embora, muitas vezes, não tenham para onde voltar ou aonde seguir, esses indivíduos poderão, com apenas uma moeda, ter a sua refeição garantida.

Além disso, é importante destacar que Prudente é um polo regional, atraindo diariamente milhares de pessoas que vêm para trabalhar, receber atendimentos médicos e usufruir de outros serviços públicos. Por conta disso, estão sujeitos a ficarem na cidade durante o dia todo e, perante a possibilidade de comerem no Bom Prato, terão a chance de fazerem uma refeição barata e revigorante. A Prefeitura acerta ao atender uma demanda antiga dos cidadãos, que têm direito à alimentação acessível e de qualidade.

ÚLTIMAS DO AUTOR