Operação contra o tráfico de drogas prende 31 pessoas na região de Prudente

Célula é responsável pela importação de drogas a partir de países vizinhos; ao menos dois homicídios e “tribunal do crime” foram esclarecidos

REGIÃO - DA REDAÇÃO

Data 10/06/2020
Horário 09:48
Polícia Civil - Investigações da Deic perduraram 60 dias Foto: Polícia Civil - Investigações da Deic perduraram 60 dias

A Polícia Civil desencadeou na manhã de hoje a operação Perfídia, que cumpre 35 mandados de busca e apreensão e 33 de prisões temporárias em diversas cidades da região de Presidente Prudente. O objetivo da investigação é desestruturar um grupo criminoso responsável por tráfico regional e interestadual de drogas.

De acordo com a Deic-8 (Divisão Especializada de Investigações Criminais), do total de prisões temporárias, 10 estão presos e serão interrogados nos estabelecimentos prisionais, com consequente cumprimento de nova prisão temporária. Os policiais civis buscam ainda 23 pessoas que estão em liberdade e movimentam o tráfico regional.

Durante as investigações, que perduraram 60 dias, foram apreendidos aproximadamente 100 kg de maconha; 3 kg de crack; 2,5 kg de cocaína. Porém, estima-se que o grupo tenha movimentado centenas de quilos de drogas.

Segundo a polícia, a célula do grupo é responsável pela importação de drogas a partir de países vizinhos. Ao menos dois homicídios e “tribunal do crime” também foram esclarecidos durante as investigações.

No decorrer do dia, os presos serão conduzidos à sede da Deic-8; CPJ (Central de Polícia Judiciária) de Presidente Prudente; DIG (Delegacia de Investigações Gerais) de Martinópolis; delegacias de Polícia Civil em Álvares Machado, Pirapozinho, Regente Feijó, Martinópolis e Presidente Bernardes.

Das 33 prisões temporárias decretadas, foram cumpridas, até o momento, 31 prisões temporárias.

Polícia Civil deflagra operação em 5 cidades da região

Operação das polícias Civil e Militar combate o tráfico em Pirapozinho

 

Veja também