Proprietários rurais danificam área de preservação permanente

Em um assentamento rural em Euclides de Cunha Paulista, duas pessoas foram autuadas pela Polícia Ambiental

REGIÃO - ROBERTO KAWASAKI

Data 21/05/2020
Horário 11:33
Polícia Militar Ambiental - Áreas foram danificadas com uso de maquinário agrícola Foto: Polícia Militar Ambiental - Áreas foram danificadas com uso de maquinário agrícola

A Polícia Militar Ambiental constatou ontem a danificação de aproximadamente 0,951 hectares de APP (área de preservação permanente) em Euclides da Cunha Paulista. O local fica no Assentamento Nova Esperança.

O policiamento esteve em dois endereços para averiguar a possível intervenção na área. Após contato com os proprietários e análise do local, foi verificado o uso de maquinário agrícola para intervenção nas áreas de APP.

De acordo com a polícia, o primeiro estabelecimento é de propriedade de um homem de 41 anos. No local, foram danificados 0,771 hectares de área de preservação permanente, o que resultou na elaboração de um auto de infração ambiental no valor de R$ 3.855.

Já a outra área, a proprietária, uma mulher de 56 anos, dificultou a regeneração natural de 0,18 hectares em área de preservação permanente, sendo lavrado em seu desfavor um auto de infração ambiental na modalidade advertência.

Veja também