Qual metade do copo você enxerga?

EDITORIAL - DA REDAÇÃO

Data 26/03/2020
Horário 04:33

Quarentena. A palavra, que tanto assusta, é uma realidade para a maioria dos brasileiros. Pela primeira vez na vida, muitas pessoas se veem enclausuradas em suas casas, em distanciamento social, sem poder viver suas rotinas. A tudo o que é imposto são colocadas barreiras mentais: meu Deus, como têm sido difíceis esses dias! Mas, que tal tentar encarar tudo por outra perspectiva?

Quantas vezes você pediu para ficar em casa, passar mais tempo com os filhos pequenos, diminuir um pouco o ritmo? Pois é...aposto que inúmeras vezes. Que tal tentar aproveitar o tempo em casa para refletir sobre a simples existência, sobre como a vida é maravilhosa em seus mínimos detalhes? Lembra daquele projeto engavetado por falta de tempo? O que acha de se dedicar a ele?

O que diferencia o ser humano dos outros animais é sua infinita capacidade de adaptação. Portanto, seja o otimista que sempre enxerga a metade do copo cheia – e não vazia. Não se torture colocando em sua cabeça problemas que não existem. Existe um fato. Estamos em isolamento social para evitar a propagação de um vírus que tem preocupado o mundo todo. Mas não deixe que isso te leve ao fundo do poço, imaginando familiares doentes, acamados, entubados, sem ter acesso a respiradores. Infelizmente, a pandemia não é fictícia, há quase 200 casos suspeitos na região, mas importante salientar que ainda não há nenhuma confirmação da doença em âmbito regional.

Lógico que é preciso ter cuidado. Mas tão importante quanto lavar e higienizar as mãos, não tocar o rosto, manter a distância de outras pessoas, enfim, permanecer em casa, é cuidar da saúde mental. Lembrar que tudo isso vai passar, e não se prender a notícias apocalípticas – em sua maioria, fake news.

Neste momento, é muito fácil se deixar levar por um espiral de tristeza e desolação. Se não bastasse a preocupação extrema com o próprio coronavírus, existe uma bola de neve que vem atrás dele. Indústria, comércio, serviços públicos e privados estão praticamente parados. Muitos aproveitaram o momento para se dedicar ao ambiente online, home office, trabalho remoto. Mas, infelizmente, nem todos têm essa possibilidade.

Nosso papel é torcer pelo país, para que nossa economia não seja severamente afetada, para que as pessoas tenham assistência médica não só contra o coronavírus, mas contra todas as enfermidades. Enquanto estivermos em quarentena, temos de manter nosso pensamento positivo! Tudo isso vai passar! Que Deus nos abençoe.

Veja também