Toledo Prudente produz e doa máscaras de acetato para hospitais

Estimativa inicial é produzir aproximadamente 500 peças que serão doadas a diversos profissionais da saúde

REGIÃO - DA REDAÇÃO

Data 06/04/2020
Horário 17:39
Toledo Prudente - Aparatos são produzidos em impressora 3D no centro universitário Foto: Toledo Prudente - Aparatos são produzidos em impressora 3D no centro universitário

A sociedade brasileira não tem medido esforços para conter os avanços da pandemia de coronavírus. Na Toledo Prudente, isso não é diferente. Além de todas as medidas já adotadas para a prevenção de alunos, professores e colaboradores, agora o centro universitário, por meio do laboratório Maker, deu início à produção de máscaras de acetato que serão doadas aos hospitais de Prudente e região.

Classificadas como EPI (equipamento de proteção individual), as peças são compostas por uma viseira transparente (acetato), elásticos de fixação e um suporte para cabeça produzido na impressora 3D.

Essas máscaras de acetato produzidas no laboratório Maker da Toledo Prudente representam mais um esforço de garantir a saúde dos diversos profissionais que atuam em hospitais e outras unidades de tratamento. Isso porque elas garantem a proteção facial dessas pessoas que estão na linha de frente contra a Covid-19.

A estimativa inicial é produzir aproximadamente 500 máscaras que serão doadas a diversos profissionais da saúde. Para isso, a Toledo Prudente está disponibilizando impressoras com tecnologia 3D, mão de obra e matéria prima, que também têm chegado por meio de parceiros. Esse número pode aumentar conforme as doações e também disponibilização, por parte de outras empresas, de mais impressoras 3D.

Na última sexta-feira, as primeiras doações já foram encaminhadas ao Hospital Nossa Senhora das Graças de Presidente Prudente. Outras doações devem acontecer durante a semana, a partir da conclusão das peças.

Uma equipe técnica formada por profissionais da segurança do trabalho da saúde de alguns hospitais da cidade esteve na Toledo Prudente para testar as peças e garantiu a qualidade das máscaras, bem como o fato delas estarem dentro das normas previstas.

O tempo médio de produção de cada máscara é de 85 minutos. Com a divulgação deste trabalho social, a Toledo Prudente tem recebido doações de empresários.

Zelly Pennacchi Machado, reitora da Toledo Prudente, conta que os trabalhos começaram há aproximadamente 15 dias, com o estudo e a execução do protótipo. "Logo que conversei com os gestores dos hospitais e os profissionais de saúde, todos falaram da importância desse equipamento e isso motivou o nosso trabalho. Faz parte do DNA da Toledo Prudente estar engajada nas questões sociais", disse.

O Hospital e Maternidade Nossa Senhora das Graças já recebeu algumas unidades. Luiz Eduardo Siqueira, responsável pelo hospital, afirmou que essa iniciativa é louvável porque permite prevenir a saúde dos profissionais que atuam diretamente com as pessoas doentes. "O hospital tinha comprado algumas unidades, mas essa doação ajudará mais gente. Só temos a agradecer por essa doação", contou.

Já Giovanna Costa Dillio, engenheira de segurança do trabalho da Santa Casa de Misericórdia de Presidente Prudente, conta que a compra de equipamentos de proteção individual está muito difícil devido à escassez do produto e os custos elevados. "A doação das máscaras pela Toledo Prudente e empresas parceiras é, sem sombra de dúvida, uma ótima notícia para os hospitais. Elas tornarão o atendimento mais eficaz e seguro. Agradecemos a todos que estão trabalhando e fazendo suas doações", disse.

Vitor de Barros, técnico do espaço Maker da Toledo Prudente, conta que abdicou ao home office para poder montar toda estrutura necessária para a confecção das peças. "Falei com os profissionais responsáveis pelo hospital e pude entender a necessidade deles. Depois disso, foi sistematizar a produção. Estou muito feliz por poder ajudar tantas pessoas", finalizou.

"Muita gente tem feito doação e tenho certeza que muitos outros ainda farão. Quero já agradecer as empresas Marcos Fróis Arquitetura, Sawil Contabilidade, Papelex Papelaria de Adamantina, Associação Filantrópica Vicente Neiva, Escritório Almeida e Ribas, Mampei Funada e outros", afirmou a reitora Zelly Pennacchi Machado.

 

Serviço

Os empresários que puderem contribuir com a produção das máscaras ou colocar suas impressoras 3D à disposição para maior número de peças, podem entrar em contato pelo telefone (18) 3901-4000 ou também pelo e-mail zelly@toledoprudente.edu.br.

Veja também