1º feriado religioso do mundo é comemorado em Irapuru

JOSÉ COSTA

COLUNA - JOSÉ COSTA

Data 31/12/2020
Horário 03:37

O primeiro feriado religioso do mundo em 2021 é comemorado em Irapuru no dia 3 de janeiro, já que aquela data é em homenagem à Santa Genoveva, padroeira da cidade. Segundo consta, no Brasil ela é  padroeira apenas do município de Irapuru, muito embora existam paróquias e outras denominações tais, aeroportos e outros locais públicos em sua homenagem. Santa Genoveva é padroeira de Paris, mas o seu dia não consta como feriado oficial daquela cidade.

A padroeira

A igreja católica invoca Santa Genoveva, mulher guerreira para situações de calamidades, catástrofes, vendavais e até mesmo surtos de algumas doenças. Todos os anos o seu dia é comemorado com missas e outras atividades, sendo certo que é comum a presença de fiéis de outras cidade nas celebrações, vindo pedir a proteção de Santa Genoveva.

Indígena morre por covid-19

A Secretaria Municipal de Arco-Íris (SP), município com pouco mais de 1,7 mil habitantes, confirmou a primeira morte por coronavírus na cidade. O registro foi feito na segunda-feira (28) e, conforme a pasta, a paciente era indígena. Representantes indígenas da Aldeia Vanuíre confirmaram que a morte é de uma idosa da comunidade, de 62 anos, que não resistiu às complicações da Covid no último sábado (26). Ela estava internada em Tupã e foi sepultada na própria aldeia na manhã de domingo (27). De acordo com a secretária de Saúde de Arco-Íris, Milena Silva Jesus, outros dois indígenas da aldeia estão internados na Santa Casa de Tupã. Um deles testou positivo para Covid e o outro, marido da indígena que morreu, ainda aguardava o resultado do exame.

Doação para santa casa

O Rotary Osvaldo Cruz oficializou nesta semana a doação de R$ 200 mil em equipamentos à Santa Casa de Osvaldo Cruz. Além do Rotary Osvaldo Cruz, o Rotary Internacional e o Rotary de Punta Alta (Argentina) também são parceiros na ação. O diretor administrativo da Santa Casa, Emerson Renato Bussola, destacou a parceria da Santa Casa com o Rotary, que possibilitou a chegada de um carrinho de anestesia equipado, uma incubadora neonatal, uma fototerapia, além de um aparelho de cardiotocografia.

Nova alta paulista

O prefeito de Tupi Paulista, Alexandre Tassoni Antonio, é o novo presidente da Amnap (Associação dos Municípios da Nova Alta Paulista). Eleito no dia 18, ele pretende reivindicar investimentos do governo paulista para projeto similar ao implementado no Vale do Ribeira – região economicamente mais deprimida do Estado de São Paulo. Durante assembleia que o elegeu, em Osvaldo Cruz, Lê Tassoni – como é mais conhecido – disse que apresentará projeto visando investimentos similares na região. “O Vale do Ribeira é composto por 22 municípios. A Amnap é composta por 30 cidades. Eles têm uma população de 340 mil pessoas. A Amnap tem uma população de mais 400 mil habitantes. Por que este olhar do governo do Estado para o Vale do Ribeira e não para a Alta Paulista?”, questiona.

“Corredor da fome”

Para isso, o novo presidente da Amnap busca apoio dos demais prefeitos. “A nossa região ficou esquecida. Falam que é corredor da fome, mas, não! Temos que acreditar que aqui, a Nova Alta Paulista, é local de esperança”. A audiência com o governador João Doria (PSDB), o vice Rodrigo Garcia (DEM) e o secretário de Desenvolvimento Regional, Marcos Vinholi, deve ocorrer em fevereiro. O projeto visa criar um novo polo de desenvolvimento social e econômico, integrando municípios, Estado e sociedade civil. “Temos que cobrar, temos que reivindicar”, insiste ele. Obs: “Corredor da Fome” foi uma matéria jornalística em quatro edições consecutivas no jornal “O Estado de São Paulo”, no início da década de 80, escrita pelo jornalista responsável por esta coluna.

Veja também