“A mulher precisa de um motivo para trair, o homem precisa de uma mulher”. Arnaldo Jabur

CRÔNICA - Persio Isaac

Data 27/10/2019
Horário 07:00

Oscarzinho Belingeiro, nasceu na cidade de Pirapó, interior de São Paulo. Filho de Florinda e de Oscar Belingeiro. Menino criado a pão de ló pela mãe. Extremamente mimado. Um vagabundo de primeira grandeza. Também, às 11h da manhã ouve o chamado suave da mamãezinha: Oscarzinho venha tomar o seu café da manhã, está quentinho. Oscar pai, tinha acordado as 6:00 da matina para abrir a sua Farmácia. Fazia anos que Oscarzinho não dava bom dia para seu pai. Um dia ele acordou um pouco antes do meio-dia e falou para Florinda: "Mãe, hoje acordei com uma vontade de trabalhar. A mãe se ajoelha, levanta as mãos para o céu e agradece a Deus: "Senhor eu sabia que iria atender as minhas preces".

Florinda era uma beata excessiva. Católica que praticava ainda o Velho Testamento. Sexo para ela só servia para procriar. Reprimida até o último fio de esperança. Feliz com esse desejo do filho, fala para o marido   quando esse chega para almoçar: Oscar, Oscar você não sabe da maior. Diga Florinda, achando que de tanto que ela reza, tinha ganho na Mega Sena. Nunca tinha visto um sorriso naquele rosto de mármore: O Oscarzinho me disse que hoje ele acordou com uma vontade de trabalhar, é um chamado de Deus.

O Pai sabia o filho que tinha não se empolgou: Florinda, manda ele sentar no sofá e ter um pouco de paciência que jáj á passa essa vontade de trabalhar. Nossa, mas que pessimismo é esse? Não é pessimismo, Florinda, é realidade. Nosso filho não é do ramo. Você sempre mimou ele demais. Como assim? Ele tem quantos anos? 42. Preciso falar mais alguma coisa. Nunca trabalhou, mora com a gente ainda, nunca namorou. Florinda ficou horrorizada, ajoelhou de novo só que em cima de grãos de milho e começa a rezar sem parar. Passado alguns meses, Oscarzinho conhece Jacira que tinha vindo de São Paulo. Mal sabia ele que Jacira era uma predadora sexual. Sabia tudo nos lençóis macios dos motéis da vida. Já deu para perceber o tamanho da m... que isso ia virar. Jacira viu em Oscarzinho uma vítima perfeita para seu instinto de predadora.

Era um tubarão branco que viu uma indefesa foca nos mares gelados da vida. Foi com tudo pra cima de Oscarzinho que nunca tinha sequer beijado alguém, afora sua mãe no rosto. Jacira dá um show de sexo que faz Oscarzinho conhecer o Diabo: Nossa como você é ardorosa. Sou mesmo. Se casam, com Florinda absurdamente contrariada. Oscar Pai começa a sentir desejos não republicanos por Jacira. Ela percebe rapidamente que Oscar a cobiça secretamente.

Começa a jogar charme para o sogro que era o vulcão Vesúvio prestes a soterrar Pompéia. Aconteceu o inevitável. Oscar e Jacira foram para o Motel "Geme" e lá mergulharam no mundo do pecado. UiUi, Aiai e a tragédia começa a nascer. O desejo é a causa de todo o nosso sofrimento. A cidade inteira já sabia, menos Oscarzinho e Florinda. A cidade falava: Lá vai o Sogro tarado com a Rameira. As mulheres indignadas, inseguras e com uma tremenda inveja, contam para Florinda e Oscarzinho a parada toda. Florinda berra com Deus, Oscarzinho sofre e o Oscarzão, feliz com Jacira. Vejam vocês.

 

 

Publicidade
eixosp

Veja também