“Estamos perto do limite”, relata gerente do CCZ sobre canil

Responsável pelo Centro de Controle de Zoonoses, Ricardo Piska diz que abrigo para cães e gatos está quase lotado, porém, serviços de recolhimento de animais abandonados não foram suspensos

PRUDENTE - CAIO GERVAZONI

Data 04/09/2021
Horário 05:19
Foto: Arquivo
Situação no abrigo de animais do CCZ é rotativa e serviços de recolhimento de cães e gatos abandonados não foram suspensos pelo órgão
Situação no abrigo de animais do CCZ é rotativa e serviços de recolhimento de cães e gatos abandonados não foram suspensos pelo órgão

Nesta semana, a população de Presidente Prudente foi informada por meio de um post no Facebook do CCZ (Centro de Controle de Zoonoses), que o canil do órgão estaria lotado. Mas não é bem assim. O responsável pelo CCZ, Ricardo Piska, relata que a situação no abrigo de animais é rotativa e que os serviços de recolhimento de cães e gatos abandonados não foram suspensos. “Se eu falar para você agora que [o canil] está lotado, daqui a pouco não está mais. A gente está próximo do limite. É uma situação complexa”, pontua Ricardo. 
O canil do CCZ possui oito baias para alocar os animais. Cinco são direcionadas para cães em geral, duas são adaptadas para receber gatos e uma é exclusiva para cães agressivos levados até o Centro de Controle de Zoonoses pelo Corpo de Bombeiros. “Cada caso é um caso. Em algumas situações, o número de animais difere do de baias. Há situações em que acolhemos a mãe e os filhotes ou filhotes sem a mãe, mas que são irmãos”, explica o responsável pelo CCZ. 
De acordo com Ricardo, o órgão atende de 6 a 10 ocorrências de animais abandonados por semana. “Em alguns casos, os animais são chipados, sendo possível entrar em contato com o proprietário notificando o mesmo para que receba o animal e que não ocorra novamente tal situação”.  

Adoção responsável

O responsável pelo Centro de Controle de Zoonoses pontua que a adoção dos animais é fundamental para que o canil tenha vagas para os animais futuramente resgatados. “Além também de ser um ato de amor, pois nada melhor que um lar com amor e carinho. A adoção responsável tem regras a serem seguidas, a partir de quando se adota um animal você tem toda uma responsabilidade sobre ele”, pontua. 

Veja também