JudOn: uma nova forma de ter aulas de artes marciais

Em uma trajetória de vitórias desde os 3 anos de idade, sensei Caio Mendonça marca mais um Ippon com app inovador para ensinar judô e caratê, gratuitamente

Esportes - OSLAINE SILVA

Data 24/12/2020
Horário 07:00
Foto: Cedida
Incentivo da mãe e da avó fez de Caio um vencedor nas artes marciais e na vida
Incentivo da mãe e da avó fez de Caio um vencedor nas artes marciais e na vida

Em um momento em que várias atividades estão sendo realizadas por meio da tecnologia, nasce um novo aplicativo voltado aos apaixonados por esportes, aqui em especial pelas artes marciais ou para interessados. Trata-se de um método de ensino Dojo de nome judOn, idealizado pelo sensei Caio Mendonça, 21 anos, e pelo amigo desenvolvedor da JF Desenvolvimentos de Campo Grande (MS), Jhonatan Froeder de Oliveira. É gratuito!
De acordo com o sensei, a ideia inicial desse projeto foi com o objetivo de não deixar as crianças entediadas em casa, por conta desse distanciamento social que tem sido necessário. E pensando naquelas muitas que sempre quiseram fazer algum tipo de luta e nunca tiveram oportunidade, com o aplicativo se ocupariam, aprenderiam coisas novas e se divertiriam.
“A nossa proposta é auxiliar quem já pratica ou quer começar judô e caratê. E também para aquelas pessoas não praticantes, mas que gostam e se interessam pelo assunto. O judOn consiste entrar no universo do aluno para assim obter melhores resultados, desmistificando as nobres artes, e as ensinando sem complicações”, explica o sensei. 
Segundo Caio, o app oferece todo o suporte que a pessoa teria se estive indo a uma aula presencial, com a versatilidade e mobilidade que um aplicativo exclusivo e inovador pode proporcionar. “Com aulas semanais, material de apoio, sessão para dúvidas e comunidade interativa, você não vai sentir falta da aula presencial. Comece hoje mesmo a revolucionar a forma como você aprende artes marciais, venha para o judOn!, convida o jovem professor.
Caio Mendonça iniciou no mundo esportivo primeiramente no judô quando tinha apenas 3 aninhos, incentivado por sua mãe Lúcia e pela avó Maria José. Após o primeiro campeonato, o gosto pelas artes marciais tomou conta do garoto, que se tronou um faixa preta pela FBJ/CBJ (Federação Paulista de Judô/Confederação Brasileira de Judô).

Curiosidade

O nome judOn faz menção a judô online, escolhido por Jhonatan, o que para Caio fez todo o sentido, com a ideia que o aplicativo sugere!

Resenhas de usuários

“Simplesmente sensacional! O app vem com uma ideia inovadora, nunca tinha pensado que poderia aprender judô e karatê em casa, me surpreendi, parabéns a toda equipe” 
Avenger Eros

 “App super bacana e bem formulado, atendendo as necessidades das crianças em continuarem aprendendo de um modo diferente, inovador! Parabéns”
Maria Oliveira

Parabéns ao desenvolvedor e ao sensei, ótimo aplicativo, meu filho está amando as aulas! As aulas são didáticas e o sensei utiliza muito da forma lúdica! Ótimo app leve e versátil, parabéns!
Paulo Motet

Serviço

Baixe o app na PlayStore. Abra e registre-se colocando seu nome, e-mail e uma senha. Prontinho, é só explorar o conteúdo.

 

Veja também