Publicidade

​​​​​​​Resoluções de vida

Papai Educa

COLUNA - Papai Educa

Data 23/02/2020
Horário 07:05

O ano começa cheio de resoluções, propósitos, expectativas... Eu não sei se você vai à academia, consumirá menos plástico, será vegano, um investidor da bolsa de valores, abandonará o açúcar, lerá mais livros, praticará mindfulness ou mesmo se tudo o que busca é ser mais paciente com os filhos. Somos seres em construção...

Andava procurando um tempo difícil de encontrar dentro da minha maluca rotina. Aquele sem compromissos, agendas, horários, ligações telefônicas, obrigações! Do tipo em possamos nos entregar a ele mesmo e viver por completo sem ponteiros do relógio ou atendimento a urgentes pedidos vindos de dedos que nos roubam da vida real. É um caminho sem volta.

Assim, em cada vontade não vivida, eleva-se o anseio de experimentar a vida das vontades. Mesmo diante das nossas limitações e de contestáveis consequências, podemos ser quem queremos ser. Há carne, osso, sangue e sentimentos dentro de um orgânico ser do mundo capitalista.

Entre tantos desejos a cada ano, a pressão de realizá-los e o excesso de privações autoimpostas não podem desconsiderar o erro, a falha, a tentativa de acertar sem punições... Permitir-se seguir em segurança com metas potencialmente sustentáveis e saudáveis a si é necessário. Garanta isso ao seu filho também!

Muitos pais, inconscientemente, prospectam nos filhos o que não conseguiram realizar em suas própria vidas. E, assim, a busca dessa perfeição dentro de valores rígidos destrói sonhos, ideais, planos, objetivo e constrói seres humanos confusos, estressados, sem recursos emocionais e psicológicos adequados. Aliás, as razões pelas quais os filhos não atendem às expectativas dos pais são simples: são pessoas diferentes.

Longe da obsessão por ser “perfeito” e criar filhos perfeitos, acolher os deslizes torna a culpa menos dolorosa, despotencializa a ansiedade e garante que o jogo não termine no primeiro tempo. A arbitragem pode ser leve e o treino diário permite o senso de termos feito o suficiente, a nós e ao outro.

Propor mudanças a si está longe de não ser grato por tudo que se tem ou é. É também orientação divina para que caminhos incertos recebam luz, pois nenhuma escolha precisa ser eterna. Tudo é mutável e ter a capacidade de se respeitar nos reconecta com nosso profundo eu, pois na transparência de ser quem somos, deixamos transparecer.

...Entre aquele que vos escreve e você que o lê pode haver singularidades a ponto de lhe tirar a autoria de cada palavra não vivida.

 

 

Dicas de leitura

 

Fotos: Divulgação

 

Como fazer amigos e influenciar pessoas

Este é considerado um dos principais livros no gênero, influenciando com ótimos conceitos a todos no âmbito pessoal e profissional. O guia clássico e definitivo para relacionar-se com as pessoas. Não é por acaso que, mais de 70 anos depois de sua primeira edição, depois de mais de 50 milhões de exemplares vendidos, este segue sendo um livro inovador, e uma das principais referências do mundo sobre relacionamentos.

 

Autor: Dale Carnegie

Editora: Companhia Editora Nacional

Páginas: 264

Preço: R$ 29,90

 

****

Por onde for teu passo, que lá esteja seu coração

Vamos repensar a vida? “Somos fiéis ao que nos pede o coração? Não nos apressemos em responder. É preciso conviver com as questões, olhá-las nos olhos, permitir que suas arestas desconfortáveis encontrem os encaixes na alma ferida. Há caminhos que não podemos andar acompanhados. E este é um deles: o que nos leva a dentro de nós. Ande pelo seu. Ofereça-se à compaixão, o que de mais nobre você pode se proporcionar. É sob a sua tutela amorosa que você descobrirá que a vida pode ser diferente, e que nunca é tarde para reorientar a sua história”, Pe. Fábio de Melo.

 

Autor: Pe. Fábio de Melo

Editora: Planeta

Páginas: 232

Preço: R$ 45,90

Veja também