Trecho da Ciclorrota Costa Oeste ligará Prudente a Santo Expedido 

Balneário da Amizade será o marco zero do ramal turístico, que ligará Prudente - por Álvares Machado e Alfredo Marcondes – ao Santuário de Santo Expedito

Esportes - CAIO GERVAZONI

Data 03/09/2021
Horário 08:31
Foto: Cedida
Proposta é integrar as rotas de PP às trilhas ciclísticas que já são oficializadas a nível estadual e nacional
Proposta é integrar as rotas de PP às trilhas ciclísticas que já são oficializadas a nível estadual e nacional

A Ciclorrota Costa Oeste é um projeto robusto que visa estimular, por meio de rotas ciclísticas, o esporte e o turismo de diversos municípios do oeste paulista. A medida visa integrar as regiões do Pontal do Paranapanema, Assis e Ourinhos ao modal ciclístico do resto do Estado. No fim de agosto, a Prefeitura de Presidente Prudente anunciou, por meio da Setur (Secretaria Municipal de Turismo), que o Balneário da Amizade será o portal do marco zero do primeiro ramal da Ciclorrota Costa Oeste, que ligará Presidente Prudente a Santo Expedito.
Segundo o secretário municipal de Turismo, Adolfo Padilha, a proposta do município é integrar as rotas de Presidente Prudente às trilhas ciclísticas que já são oficializadas a nível estadual e nacional. “O objetivo é fomentar o cicloturismo de uma forma profissional, que o município seja reconhecido por ter trilhas credenciadas”, relata o responsável pela pasta de Turismo. 
Ele acrescenta que o primeiro passo do projeto será a identificação das trilhas e dos pontos de paradas. “Haverá um portal oficial na internet para divulgação dos trabalhos que serão efetuados pelo município quanto às ciclorrotas”, pontua. Neste momento, a Prefeitura conta com o auxílio do deputado estadual Mauro Bragato (PSDB), Unoeste (Universidade do Oeste Paulista), Polícia Militar, Instituto do Oeste Paulista de Turismo e do CCP (Ciclo Comitê Paulista), por meio do ciclista Ademir Alves Júnior, conhecido por Dema.
Um dos principais cartões-postais de Presidente Prudente, o Balneário da Amizade, será o ponto de partida da ciclorrota turística que terá o Santuário de Santo Expedito como destino final. O trecho de cerca de 50 km (quilômetros) de Prudente até Santo Expedito passará, em grande parte, pelas estradas rurais dos municípios de Álvares Machado e Alfredo Marcondes, que já são utilizadas pelos ciclistas da região.   

Projeto de lei

O projeto de lei para a implementação da Ciclorrota Costa Oeste é de autoria do deputado estadual, Mauro Bragatto (PSDB). A medida foi sancionada pelo governo de São Paulo em março deste ano e tem como objetivo estimular o desenvolvimento sustável da região oeste do Estado, através do uso da bicicleta como meio de transporte e lazer.
De acordo com o assessor de imprensa do deputado, Marcelo Costilho, além de estimular a prática esportiva e cultural, os ramais da Ciclorrota Costa Oeste têm como objetivo fomentar um turismo de integração regional. “A ideia do projeto é fazer um mapeamento das rotas e pontos turísticos de cada município. Desta forma, a intenção é contribuir para a geração de renda por meio de comércios da agricultura familiar, que poderão vender seus produtos aos ciclistas que passarão por estes ramais da Ciclorrota”, explica Marcelo. 

Na perspectiva de quem pedala

“A ideia é começar pequeno, mas com a possibilidade de tornar o negócio gigantesco”, afirma um dos membros do CCP, Ademir Alves Júnior, o Dema. Em 2018, o Ciclo Comitê Paulista foi criado para discutir ações e planejamentos para o uso da bicicleta no Estado de São Paulo. O comitê é composto por ciclistas e membros do governo estadual
Membro-fundador do Pedivela Bike Clube, Dema pedala há mais de duas décadas e é um dos principais articuladores da Ciclorrota Costa Oeste. “A intenção é modernizar e aproveitar este momento que a bike está tendo para que a gente possa trazer esta nova forma de turismo para movimentar a economia local e colocar nossa região como um roteiro de cicloturismo nacional”, pontua o ciclista. 
“Em países e continentes onde as rotas já estão consolidadas, como nos Estados Unidos e na Europa, esta forma de turismo movimenta uma boa parcela da economia”, cita Dema, que faz referência à Euro Velo(Rede Europeia de Ciclovias), que possui mais de 70 mil km de extensão em 15 rotas, que percorrem 42 países do continente europeu.
Para o ciclista, não é preciso ir muito longe para se ter exemplos de ciclorrotas robustas, já que no Brasil há rotas ciclísticas bem conhecidas por quem pratica o esporte, como o Caminho da Fé - que tem como destino final o Santuário de Nossa Senhora Aparecida, em Aparecida do Norte (SP) - e a rota do Vale Europeu, em Santa Catarina (SC). 
De acordo com Dema, é possível criar um itinerário que abranja os principais pontos turísticos do oeste paulista, como o Parque Estadual Morro do Diabo em Teodoro Sampaio, a Represa Laranja Doce em Martinópolis e o pôr do sol às margens do Rio Paraná, em Presidente Epitácio. “A proposta é preparar todo um percurso, passando pelas estradas vicinais, fazer parceria com agricultores para que divulguem suas propriedades e suas culturas. O primeiro ramal é este de Prudente a Santo Expedito, mas já temos em mente outras rotas como Prudente-Epitácio e Prudente-Teodoro”.

Caio Gervazoni

Balneário da Amizade será o ponto de partida da ciclorrota turística

Veja também