2.018 mesários serão convocados neste ano

Serão 1.039 para mesas receptoras de voto e de justificativa na 402ª ZE (Zona Eleitoral) e 979 para a 101ª ZE, ambas de Prudente

PRUDENTE - Mariane Gaspareto

Data 28/06/2016
Horário 11:18
 

 

Ao todo, 2.018 mesários serão convocados neste ano para trabalhar nas eleições municipais de outubro, em Presidente Prudente. Serão 1.039 para mesas receptoras de voto e de justificativa na 402ª ZE (Zona Eleitoral) e 979 para a 101ª ZE, ambas de Presidente Prudente. Entre julho e agosto, os mesários já começarão a receber suas convocações via correio.

A chefe de cartório substituta da 101ª ZE, Magda Aparecida Mage Pantarotto, esclarece, no entanto, que o total de mesários poderá aumentar, visto que outros serão convocados como apoio para as eleições, visando orientar os eleitores nos corredores das escolas, cujo número ainda não foi definido. A zona eleitoral conta com 241 sessões atualmente.

Jornal O Imparcial Mesários serão convocados para trabalhar no pleito municipal

Já a 402ª ZE, que tem 256 sessões de votação, iniciou as ligações aos mesários para verificar quais poderão trabalhar para convocá-los a partir desta semana. "Isso porque algumas pessoas acabam não conseguindo trabalhar e pedem substituição", declara a chefe de cartório, Letícia Macoratti de Castilho. Conforme explica, grande parte dos mesários da 402ª ZE são voluntários, em sua maioria funcionários que visam os dias de folga que recebem pelo serviço prestado. "Outras pessoas nós perguntamos quando vêm fazer o título ou transferir se estão interessadas, e muitas aceitam", esclarece.

 

Mesários


De acordo com o TRE-SP (Tribunal Regional Eleitoral do Estado de São Paulo), mesário é o cidadão nomeado para compor as mesas receptoras de votos no dia das eleições. Com o objetivo de promover a participação popular no processo eleitoral, a Justiça Eleitoral se vale de cidadãos tanto convocados por juiz eleitoral quanto voluntários para ajudar a fiscalizar os trabalhos. Os mesários realizam todos os trâmites na seção eleitoral para receber e orientar o eleitor no dia da votação.

Os benefícios conquistados pelo serviço são: dois dias de folga para cada dia trabalhado como mesário e dois dias de folga para cada dia de treinamento oferecido pela Justiça Eleitoral; certificado dos serviços prestados à Justiça Eleitoral; auxílio-alimentação; preferência no desempate em concursos públicos (desde que previsto em edital); e utilização das horas trabalhadas nas eleições como atividade curricular complementar em algumas universidades. Para se voluntariar, basta ser maior de 18 anos e estar em situação regular com a Justiça Eleitoral.

Não podem ser mesários que tenham parentes até o segundo grau ou cônjuge os candidatos; os membros de diretórios de partidos políticos, caso exerçam função executiva; as autoridades e agentes policiais; bem como os funcionários no desempenho de cargos de confiança do Executivo; os que pertencem ao serviço eleitoral; os eleitores menores de 18 anos; e os ocupantes dos cargos de agente de segurança penitenciária, agente de escolta e vigilância penitenciária e guardas civis municipais.

 

Veja também